Dar experiência a garotos é a prioridade do São Paulo

Técnico Muricy Ramalho aproveita a Copa Sul-Americana para testar promessas do clube tricolor

Marcius Azevedo, Agencia Estado

27 de agosto de 2008 | 11h56

A Copa Sul-Americana não é a prioridade do São Paulo na temporada, mas o técnico Muricy Ramalho quer a vitória sobre o Atlético Paranaense, nesta quarta-feira, às 22 horas, e a classificação para as oitavas-de-final da competição. O objetivo é dar experiência internacional aos garotos inscritos na competição, já que, se passar, na próxima fase o São Paulo enfrenta Aragua, da Venezuela, ou Chivas, do México.Veja também: Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Seria uma chance de dar mais bagagem aos meninos, o que é bom também para o clube", afirmou o técnico Muricy Ramalho. Ele tenta, no entanto, evitar que os jogadores se sintam pressionados. "Eles só precisam ir lá e jogar, mais nada. A diretoria determinou que quer usar o torneio para revelar jogadores. É o que estamos fazendo."Para diminuir essa pressão, o técnico vai escalar o goleiro e capitão Rogério Ceni, ídolo de boa parte dos companheiros. "Eles querem ficar próximos do Rogério na concentração, procuram conversar na hora das refeições para aprender com ele. É importante tê-lo aqui", disse Muricy. "A ansiedade é inevitável, mas ela acaba assim que você entra em campo. Queremos classificar o São Paulo", avisa o volante Wellington.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão PauloCopa Sul-Americana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.