Divulgação/LiverpoolFC
Divulgação/LiverpoolFC

Darwin Núñez brilha com quatro gols em surra do Liverpool na casa do RB Leipzig

Reforço de 100 milhões de euros, o uruguaio finalmente desencanta em sua terceira partida pelo clube inglês

Redação, Estadão Conteúdo

21 de julho de 2022 | 17h25

Reforço milionário do Liverpool para a vaga de Sadio Mané, o uruguaio Darwin Núñez precisou de três jogos para calar os críticos e mostrar seu cartão de visitas no clube. Depois de passar em branco contra Manchester United (derrota por 4 a 0) e Crystal Palace (vitória por 2 a 0), recebendo algumas cobranças, o centroavante desencantou nesta quinta-feira de forma brilhante. Saiu do banco após o intervalo para anotar quatro gols na surra sobre o RB Leipzig, por 5 a 0, Red Bull Arena, na Alemanha.

Torcedores do Liverpool vêm questionando a diretoria do clube pelo alto valor investido no uruguaio desde o anúncio do acordo. O time inglês gastou nada menos de 100 milhões de euros (aproximadamente R$ 558,2 milhões) para tirá-lo do Benfica. A bronca vem em comparação com os 60 milhões de euros (R$ 334,9 milhões) investidos pelo Manchester City no norueguês Haaland.

Núñez havia entrado no decorrer dos dois primeiros amistosos, mas aparecendo pouco. Perdeu boa chance diante do United e foi discreto diante do Crystal Palace. O uruguaio sabia que precisava mostrar mais na visita ao Leipzig. Mas novamente ficou entre as opções para o segundo tempo.

Jürgen Klopp optou por Luís Diaz, Roberto Firmino e o astro Mohamed Salah no ataque. O técnico vem dando ritmo ao time considerado titular. Novidade, apenas a escalação de Adrian no gol por causa das lesões do brasileiro Alisson, o titular, e do reserva imediato, Kelleher.

Com os time principal, o Liverpool abriu vantagem logo com oito minutos. Saída de bola errada dos donos da casa e batida perfeita de Salah. O gol cedo, ao invés de tranquilizar as ações, fez o time inglês recuar e passar enorme sufoco. Os alemães desperdiçaram boas chances de empatar antes do intervalo.

Após o descanso, com o Liverpool trocando algumas peças, Darwin Núñez entrou empolgado na vaga de Firmino e não teve dúvidas em pegar a bola para a cobrança do pênalti logo com dois minutos - o reserva Blaswich derrubou Diaz. Queria desencantar e quase viu o goleiro se redimir da falta na área e segurar seu chute. Mas festejou com a língua de fora o primeiro gol na nova casa.

Era o início de seu show participar. Mais 'leve' com o primeiro gol, o centroavante logo foi novamente às redes. Recebeu de Arnold e bateu no canto inferior de Blaswich. O uruguaio ampliou ao receber assistência de Elliot e definiu a goleada no último minuto, mostrando aos torcedores que pode, sim, ser ídolo em Anfield.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.