Dátolo se diz surpreso com primeiras vaias da carreira

O meia Dátolo experimentou uma sensação que nenhum jogador pretende sentir: ser vaiado. Principal responsável pela articulação do Atlético Mineiro no empate em 2 a 2 com o Internacional, quarta-feira à noite, pela Libertadores, o argentino conheceu a fúria da torcida alvinegra e se mostrou surpreso.

Estadão Conteúdo

07 de maio de 2015 | 18h52

"Eu senti muito ontem (quarta). É a primeira vez na carreira que sou vaiado. Nunca imaginei que a torcida do Atlético-MG fosse me vaiar, mas acontece. Sou um cara forte, que pensa em melhorar. Não foram todos que me vaiaram", disse ele, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva.

Depois da saída de Diego Tardelli, tem sido Dátolo um dos principais jogador ofensivo do Atlético Mineiro. Ainda que seu compatriota Lucas Pratto venha sendo o mais decisivo do time, é o meia quem mais participa dos gols. Em 57 partidas desde que chegou à Cidade do Galo, Dátolo já deu 20 assistências e balançou a rede outras sete vezes.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.