Leonardo Benassatto/Reuters
Leonardo Benassatto/Reuters

David Braz despista sobre discussão entre Cuca e Elano e mira 4ª vitória seguida

Treinador do Palmeiras teria acusado Elano de ter provocado a demissão de Dorival Jr. do Santos

Estadão Conteúdo

16 de junho de 2017 | 16h50

O zagueiro David Braz tentou colocar panos quentes na discussão que envolveu o auxiliar técnico do Santos, Elano, com Cuca, treinador do Palmeiras, após o clássico entre as equipes na última quarta-feira, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, o jogador preferiu não revelar qual foi o teor da conversa que ele próprio teve com Cuca, no gramado do estádio santista, logo após o entrevero. "Não sei como foi a discussão. Mas o Cuca disse que aquilo não sairia do campo. Passou. Está tudo em paz", afirmou.

O treinador do Palmeiras e seu auxiliar, Cuquinha, teriam acusado Elano de ter provocado a demissão de Dorival Júnior do Santos. Elano preferiu não se pronunciar sobre o assunto e disse apenas que Cuca é quem deveria explicar o ocorrido.

Logo após a discussão, Cuca ficou no gramado conversando com o volante Renato e com o próprio David Braz. O zagueiro, no entanto, desconversou. "Até agora não sei (o que aconteceu entre o comandante palmeirense e Elano). Vi o Cuca bravo. Só falei que, se alguém errou, pediria desculpa", comentou.

O zagueiro preferiu falar apenas sobre sua preocupação em ajudar o Santos a manter a boa fase no Campeonato Brasileiro. O time alvinegro vem de três vitórias consecutivas na competição e, em todas elas, sem sofrer gols. "Vocês (jornalistas) ficam 'zicando', mas espero que continue assim (risos)", brincou.

O Santos volta a campo neste sábado, às 21 horas, para encarar a Ponte Preta no estádio do Pacaembu. O palco da partida também contribui para aumentar ainda mais a confiança da equipe. O time alvinegro vem de 20 vitórias consecutivas no local. "Que a sorte continue. Vamos jogar muitas vezes lá", finalizou o zagueiro.

SEM RICARDO OLIVEIRA - No treino desta sexta-feira, o técnico Levir Culpi deixou a imprensa assistir apenas o aquecimento dos jogadores no gramado. O lateral-direito Zeca e o atacante Ricardo Oliveira, que estão em processo de recuperação de lesões, não apareceram no campo e devem seguir fora da equipe neste sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.