Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

David Braz pede 'algo a mais' para Santos confirmar vaga na Libertadores

Zagueiro retorna ao alvinegro contra o Bahia, após ser desfalque na derrota para a Chapecoense

Estadão Conteúdo

15 Novembro 2017 | 20h06

O zagueiro David Braz pediu um esforço extra aos companheiros de Santos para buscar a vaga na próxima edição na Copa Libertadores. Em quarto lugar, o time espera manter a posição até o final do Brasileirão para assegurar a vaga na fase de grupos da competição continental.

+ Braz e Bruno Henrique viajam e ficam à disposição contra o Bahia

"Temos quatro decisões pela frente para conseguir. Ainda não garantimos nossa classificação para a Libertadores, que é o objetivo do grupo, de preferência direto para a fase de grupos", disse o defensor, na véspera da partida contra o Bahia, em Salvador, pela 35ª rodada.

Para alcançar a meta, David Braz prega um "algo a mais" no time. "Precisamos subir cada vez mais. Para sair da situação de duas derrotas, precisamos dar algo a mais nessas quatro últimas rodadas, que serão decisivas. Precisamos brigar até o final", projetou o defensor.

Braz voltará ao time nesta quinta-feira, na Fonte Nova, após desfalcar o Santos na rodada passada, na derrota para a Chapecoense. "Foi bem ruim [ficar de fora]. Nós, que gostamos da profissão, vínhamos em uma sequência boa. É sempre ruim ter uma parada por conta de dores. Graças a Deus, não foi uma lesão grave. Foi só um edema", declarou. "Mas estou feliz por estar de volta."

Em seu retorno ao time, o zagueiro espera um confronto complicado fora de casa. "Vai ser um jogo difícil, o Bahia tem uma equipe rápida, joga muito bem em casa. Não perdeu os últimos jogos. Vamos ter que entrar bem ligados em campo, marcar forte para que possamos conseguir a vitória."

Nesta quarta, na última atividade da equipe antes do jogo em Salvador, o técnico Elano comandou apenas uma atividade técnica. Nesta quinta, ele deve escalar o time santista com Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Victor Ferraz; Alison, Renato; Lucas Lima; Bruno Henrique, Arthur Gomes e Ricardo Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.