Cruzeiro / Divulgação
Cruzeiro / Divulgação

David celebra por jogar com Fred e Thiago Neves no Cruzeiro: 'Só os via pela TV'

Atacante projeta mais gols em 2018 do que os onze que fez em 2017, pelo Vitória

Estadão Conteúdo

31 Janeiro 2018 | 12h58

Recém-contratado pelo Cruzeiro, o atacante David celebrou a oportunidade de ser parceiro de alguns jogadores que até então eram inspiração para ele. Com apenas 22 anos, o jogador, adquirido junto ao Vitória, revelou que sonhava em ter a oportunidade de atuar ao lado de alguns dos destaques do elenco dirigido por Mano Menezes, como o centroavante Fred e o meia Thiago Neves.

+ Cruzeiro diz que pagará multa por Fred ao Atlético-MG em juízo

+ Egídio aponta união do elenco e força da torcida como trunfos do Cruzeiro

"É um sonho jogar com Fred, Thiago Neves e outros. É uma experiência nova que tenho. Antes só os via pela TV. Agora estou do lado deles. Pode ter certeza que darei meu máximo, vou me dedicar bastante. Será uma experiência boa, na qual aprenderei bastante, mas também ajudarei. Vamos seguir firmes, juntos, pois temos um ano brilhante pela frente", declarou.

David ainda vai demorar a atuar pelo Cruzeiro, pois está em recuperação de lesão muscular, o que deve deixá-lo afastado dos gramados por mais um mês. Mas ele revelou a meta de superar as marcas alcançadas pelo Vitória em 2017, quando marcou 11 gols em 63 jogos.

"Jogador tem que ter metas. Nas férias, já tem que começar a pensar para ter um ano brilhante. Infelizmente essa lesão me tirou o começo do ano em campo. Mas o que eu penso é que não posso ser inferior ao que produzi na temporada passada. Com esses jogadores no elenco do Cruzeiro, minha meta vai ser maior. Quero fazer mais gols que no ano passado", disse.

No Cruzeiro, David terá a chance de seguir os passos de atacantes que trocaram o futebol baiano pela equipe mineira, como Charles, Alex Alves e Marcelo Ramos, que brilharam com a camisa do time. E o jogador garantiu que já se sente adaptado ao clube, mesmo que ainda não tenha entrado em campo.

"Fui abraçado desde o primeiro momento que cheguei. Todos os jogadores perguntaram como eu estava, queriam saber se já tinha resolvido, isso me motivou ainda mais. Com relação à torcida, acompanhei os jogos em casa, uma sensação maravilhosa, então espero corresponder às expectativas e retribuir tudo que estão fazendo por mim", finalizou.

Mais conteúdo sobre:
futebol Cruzeiro Esporte Clube David

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.