Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Wolfgang Rattay/AP
Wolfgang Rattay/AP

De alta, Eriksen visita concentração da Dinamarca e abraça colegas: 'Foi emocionante'

Camisa 10 da Dinamarca almoça com companheiros e os vê pela primeira vez desde o mal súbito

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de junho de 2021 | 11h31

Recém-operado do coração, Christian Eriksen quase provoca uma sensação similar em seus companheiros de equipe. O camisa 10 da seleção da Dinamarca compareceu ao treino da equipe nesta sexta-feira e surpreendeu seus colegas, com quem trocou abraços. Ele recebeu alta do hospital em Copenhague e foi imediatamente rever seus amigos.

Os meio-campista Christian Norgaard e o defensor Joakim Maehle disseram, neste sábado, que a aparição do astro foi como um choque. "Eu não sabia que ele estava vindo, então paramos a sessão de treinamento quando ele chegou", declarou Norgaard.

"Ele pareceu estar em boas condições e deu uma boa energia ao time. Nós fomos autorizados a dar um abraço nele e foi incrível vê-lo andando ao redor com seu filho. Foi um dia muito bom em diversos aspectos. Foi exatamente o que estávamos precisando", completou o meia.

Maehle, lateral-direito da Atalanta, relatou que Eriksen estava acompanhado de sua namorada, além de duas crianças. Ele disse que o camisa 10 almoçou com a delegação antes de ir para casa passar um tempo com sua família.

"Foi emocionante, pois a última vez que o vimos ele estava deitado no gramado sendo salvo", disse o defensor. "Nós sabíamos que Christian estava bem, mas é completamente diferente vê-lo pessoalmente."

Eriksen, de 29 anos, sofreu uma parada cardíaca no último sábado, no fim do primeiro tempo entre Dinamarca e Finlândia, pela Eurocopa. Na ocasião, ele precisou ser ressuscitado com um desfibrilador. Dos campos, foi encaminhado diretamente ao hospital, onde passou por uma cirurgia para implantar um cardioversor desfibrilador implantável (ICD, na sigla em inglês) em seu coração. O Estadão fez uma matéria explicando o que é o aparelho. O jogador foi liberado nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.