Lindsey Parnaby/AFP
Lindsey Parnaby/AFP

De Bruyne acredita que o Campeonato Inglês deve voltar 'o quanto antes'

'O governo vai reiniciar o futebol o quanto antes para dar algo às pessoas', declara o meia do Manchester City

Redação, AFP

03 de maio de 2020 | 15h12

O meia Kevin De Bruyne, do Manchester City, acredita que, "devido aos importantes desafios econômicos", o Campeonato Inglês "voltará o quanto antes", em entrevista publicada neste domingo pelo jornal belga "Het Laatste Nieuws".

"Meu sentimento é que talvez possamos treinar novamente em duas semanas. O governo vai reiniciar o futebol o quanto antes para dar algo às pessoas. Acredito que esta temporada será concluída", completou o jogador belga.

"O aspecto econômico é importante demais na Premier League. Se a temporada não terminar, haverá grandes problemas", continuou.

As diferentes partes envolvidas se reuniram na sexta-feira (1º) para debater a maneira de concluir a temporada. De acordo com informações, alguns clubes querem suspender a temporada, enquanto outros pretendem disputar os últimos 92 jogos que faltam para a conclusão da Premier League.

De Bruyne também se mostrou otimista sobre a participação do Manchester City na próxima Liga dos Campeões, depois do clube ser suspenso pela Uefa por duas temporadas fora das competições europeias por descumprir as normas do fair-play financeiro.

"O clube nos disse que irá apresentar um recurso e que tinha quase certeza que seria aceito. Vamos ver o que vai acontecer, mas tenho confiança no meu clube. Quando souber mais, falarei. Dois anos sem jogar a nível europeu é longo, um ano eu poderia assumir", analisou o jogador.

Na mesma entrevista, De Bruyne se alegrou com a notícia da provável renovação de contrato do técnico Roberto Martínez com a seleção belga até 2022. "Temos um projeto e está longe de ter acabado. Parar agora seria estranho, me parece lógico que renove", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.