Michael Steele / AP
Michael Steele / AP

De Bruyne diz não sentir mais 'nada' no rosto após fraturar a face na final da Liga dos Campeões

Astro da seleção da Bélgica, jogador revelou ter perdido a sensibilidade no local da lesão. Meia voltou aos gramados para a disputa da Eurocopa

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2021 | 19h41

Kevin De Bruyne pode ter superado a derrota do Manchester City na final da Liga dos Campeões para o Chelsea, em maio deste ano, mas as marcas da partida ainda continuam presentes. O astro da seleção da Bélgica afirmou que não sente mais 'nada' em uma parte do rosto, resultado de duas fraturas na face durante a decisão com o rival inglês

"Não sinto mais nada do lado esquerdo do rosto — especialmente no nariz. É como se estivesse anestesiado", disse o jogador em entrevista ao canal de rádio e televisão belga Sporza

De Bruyne foi substituído no segundo tempo da final após se chocar violentamente com o zagueiro alemão Rüdiger. Exames constataram duas fraturas no rosto do atleta, sendo uma no nariz e outra na órbita do olho esquerdo. 

"Pode durar seis meses antes que minha sensibilidade volte. É muito irritante", comentou. 

Apesar da lesão, De Bruyne já retornou aos gramados e foi um dos principais destaques da vitória por 2 a 1 da Bélgica sobre a Dinamarca pelo Grupo B da Eurocopa, marcando um dos gols da partida. 

"Tive um pouco de medo de ir nas disputas de cabeça, porque a fratura não está totalmente curada", completou o meia, que recentemente renovou seu vínculo com o City até o fim de 2025. 

A Bélgica volta a campo na segunda-feira, dia 21, quando enfrenta a Finlândia em São Petersburgo, na Rússia, pela terceira rodada da fase de grupos da Euro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.