Martin Rickett/Reuters
Martin Rickett/Reuters

De Bruyne negocia renovação com o City: 'Quando se quer ficar, não é difícil'

Meia belga tem acordo válido até junho de 2023, mas antecipa as conversas para evitar problemas

Redação, Estadão Conteúdo

16 de novembro de 2020 | 11h09

Um dos principais jogadores do elenco do Manchester City, o meia belga Kevin De Bruyne comentou sobre a sua permanência no clube inglês comandado pelo técnico espanhol Pep Guardiola. O atual contrato do jogador de 29 anos vai até junho de 2023, mas ele revelou que já iniciou as conversas para a renovação do vínculo com o time de Manchester.

De Bruyne revelou ainda que está tratando disso sozinho, sem a presença de qualquer empresário, já que seu agente, Patrick de Koster, foi preso em agosto passado e o meia preferiu cuidar de seus negócios.

"Estou feliz em Manchester, estou em um bom clube. (Com) Bons proprietários. Estamos conversando um pouco, não avançando. No momento eu mesmo estou fazendo as conversas. Gostaria de ficar com o clube, por isso é fácil. Se não quisesse ficar, seria necessário alguém para mediar. Mas quando quer ficar, não é tão difícil", afirmou o jogador, em entrevista ao canal de TV belga VTM Nieuws.

De Bruyne se transferiu do Wolfsburg para o Manchester City em 2015 por 55 milhões de libras esterlinas (R$ 392 milhões na cotação atual) - então o jogador mais caro do clube. Ele conquistou dois títulos do Campeonato Inglês e foi eleito o melhor jogador da temporada 2019/2020, com 13 gols e 20 assistências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.