Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

De destaque, Iarley foi para a "geladeira"

O brasileiro que foi o dono da camisa 10 do Boca Juniors na temporada passada dificilmente entrará em campo contra o São Caetano, quinta-feira, pelas quartas-de-finais da Copa Libertadores. Iarley, 29 anos, um dos destaques do time em 2003, só vem jogando nos aspirantes do Boca Juniors e deve sair do clube ao fim de seu contrato, em junho. No domingo, Iarley fez um dos gols no empate por 2 a 2 dos aspirantes do Boca contra o River Plate, na preliminar do clássico em que o time de Carlos Bianchi foi derrotado por 1 a 0. Para o jogo contra o São Caetano, dificilmente será relacionado. Nas últimas partidas, Bianchi tem escalado Tévez e Guillermo Schelotto na frente, com Barihjo e Cangele como opções para o banco. Nas raras vezes em que joga, Iarley entra como meia. "Estou voltando de uma contusão no adutor da coxa direita e vou tentar voltar ao time", disse o jogador. Iarley chamou atenção dos dirigentes do Boca quando fez o gol da vitória do Paysandu por 1 a 0 no jogo de ida das oitavas-de-final da Libertadores/2003, em La Bombonera. Foi contratado e logo ganhou vaga entre os titulares. No fim do ano passado, apareceu como um dos destaques da vitória do Boca sobre o River na casa do adversário, o Monumental de Nuñez, e marcou um golaço. Depois, o atacante foi titular na decisão do Mundial Interclubes, quando o time venceu o Milan por pênaltis. Mas este ano quase não saiu da reserva. O Boca viaja quarta para São Paulo, depois de perder pela primeira vez para o River Plate em La Bombonera desde 1976. Com esse resultado, perdeu a liderança do Torneio Clausura para o rival. O técnico Carlos Bianchi diz que o time vai se recuperar na Libertadores e conta com uma superstição: o time já tem reserva no Novotel Morumbi, onde Bianchi se hospeda em jogos em São Paulo desde 1994, quando comandava o Vélez Sarsfield, que venceu a decisão da Libertadores contra o São Paulo. Bianchi comandou um treinamento na tarde de hoje para começar a acertar o time para o jogo em São Caetano. O time que jogou contra o River Plate deve ser mantido, mas existe a possibilidade de Perea entrar no lugar de Calvo na lateral direita. No meio, Bianchi pode até fazer duas alterações. Pode dar um descanso a Donnet e Cagna, que jogaram no clássico de domingo, e dar lugar a Villareal e Neri Cardozo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.