De folga, Cafu diz que as críticas vieram cedo demais

O lateral Cafu, capitão da seleção brasileira, disse que as críticas pela má atuação da equipe na vitória sobre a Croácia, vieram cedo demais e se devem à grande expectativa que foi criada antes da partida. "Todos esperavam uma goleada, 5 a 0, 6 a 0, e aí vencemos por 1 a 0 e apareceram já as críticas", disse o lateral, em entrevista concedida nesta quarta-feira ao canal Sportv.Cafu repetiu o discurso de Parreira sobre a importância da vitória "a qualquer custo" no jogo de estréia. "O jogo foi difícil e o mais importante foi estrear com vitória, porque aí poderemos ter tranqüilidade para os próximos jogos", disse o capitão, que prometeu, mesmo de folga, já começar a pensar na partida contra a Austrália."A competição é muito curta e não podemos perder tempo para mentalizar o próximo adversário", explicou, ao falar sobre o jogo de domingo, em Munique, às 13 horas (de Brasília). Para ele, a seleção ainda está longe de apresentar seu melhor futebol. Falou inclusive sobre problemas enfrentados em seu setor, a defesa. "Precisamos acertar alguns detalhes para corrigir nosso posicionamento."Cafu deu a entrevista na frente do hotel que hospeda a seleção, em Königstein, ao sair para um almoço com o zagueiro Cris. Nesta quarta-feira, os jogadores estão de folga até às 22h30 locais (17h30 de Brasília), quando têm de se reapresentar no hotel. Na quinta-feira começam os treinos para o jogo contra a Austrália, no qual o Brasil pode assegurar a classificação para as oitavas-de-final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.