Reprodução
Reprodução

De novo, STF confirma o Sport como único campeão brasileiro de 1987

Decisão, em caráter definitivo, foi tomada pela Primeira Turma do STF nesta terça-feira e exclui o Flamengo em definitivo

Rafael Moraes Moura Breno Pires Amanda Pupo/ BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

05 Dezembro 2017 | 15h59

Por unanimidade, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal negou nesta terça-feira (5) um recurso apresentado pelo Flamengo contra decisão da Justiça que declarou o Sport como único campeão do Campeonato Brasileiro de 1987.

Sport Sport é considerado o único campeão brasileiro de 1987 Foto: Reprodução/Twitter Sport

Em abril deste ano, o colegiado manteve a decisão do relator, ministro Marco Aurélio Mello, que havia julgado inviável um recurso do Flamengo, considerando que a decisão que reconheceu o Sport como único campeão do campeonato de 1987 já havia transitado em julgado e não poderia ser alterada.

+ Presidente do Sport comemora decisão do STF sobre título de 1987

Na sessão desta terça-feira, a Primeira Turma rejeitou os embargos de declaração que haviam sido opostos pelo Flamengo, confirmando o entendimento firmado em abril.

“O que se pretende claramente aqui, com o agravo regimental e os embargos de declaração, é a rediscussão do mérito. Todas essas questões foram muito debatidas”, disse o ministro Alexandre de Moraes.

Corinthiano, Moraes disse que o único fato novo entre o julgamento de abril e o desta terça-feira foi o fato de o seu time do coração ter sido campeão do Campeonato Brasileiro de 2017. 

“O fato superveniente é que meu time ganhou o Campeonato Brasileiro. Meu time ganhou mais um título brasileiro, até porque deixou os outros bem atrás, nem dúvida há. (Mas) não houve nenhuma alteração do que julgamos à época”, comentou Moraes.

Flamenguista, o ministro Marco Aurélio Mello brincou: “Espero que seja o único (campeão)”. Moraes replicou: “Único.”

Torcedora do Internacional, a ministra Rosa Weber fez uma breve intervenção. “Houve outro fato, sim: meu time conseguiu voltar à primeira divisão. Mas de qualquer sorte, nos embargos de declaração, acompanho integralmente (o voto do relator Marco Aurélio)”, completou Rosa. 

Em 1987, o Flamengo venceu a Copa União, que tinha os maiores times do país - competição que acabou sendo organizada sem a CBF, que passava por uma crise financeira. Mas a confederação mandou que se jogasse um duelo semifinal com Inter (segundo colocado), Sport e Guarani (que venceram o Módulo Amarelo, um torneio sem os grandes).

No entanto, Flamengo e Inter se negaram a disputar os duelos. Assim, o Sport venceu o Guarani e acabou sendo considerado o campeão brasileiro daquele ano.

Mais conteúdo sobre:
futebolfutebolFlamengoSport

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.