J.J. Guillén/EFE
J.J. Guillén/EFE

De olho em rival, Zidane diz que Guardiola é 'o melhor técnico do mundo'

Técnico do Real Madrid elogia adversário antes do confronto entre as equipes pelas oitavas de final da Liga dos Campeões

Redação, Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2019 | 12h52

Zinedine Zidane não poupou elogios para o técnico Pep Guardiola, de quem será rival nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, depois que o sorteio colocou Real Madrid e Manchester City como oponentes. Neste sábado, A pouco mais de dois meses para o duelo, o francês já antecipou que, para ele, Guardiola é o melhor treinador do mundo.

"Será especial enfrentá-lo. O respeito muito como jogador e como treinador porque creio que é melhor técnico do mundo", opinou o comandante do Real Madrid em entrevista coletiva neste sábado. "Ele demonstrou isso em toda a sua carreira e claro que estou ansioso em enfrentar a sua equipe. Não só eu, como todos do time", completou. Ele retribuiu o elogio a Guardiola, que havia dito anteriormente que sonhava em jogar ao lado de Zidane e o admirava muito.

Zidane e Guardiola medirão forças como técnicos pela primeira vez. Os dois já foram adversários na época em que ainda jogavam, com o francês defendendo o Real e o espanhol com a camisa do Barcelona. O primeiro jogo das oitavas está marcado para o dia 26 de fevereiro, no Santiago Bernabéu, em Madri. A volta será em 17 de março, no Etihad Stadium, em Manchester.

Zidane opinou sobre Guardiola na entrevista coletiva prévia ao duelo contra o Athletic Bilbao, pela 18ª rodada do Campeonato Espanhol. O comandante segue sem poder contar com Hazard e Marcelo, que se recuperam de suas respectivas lesões, e também não terá Casemiro, suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos.

O Real Madrid polariza com o arquirrival Barcelona a briga pela liderança. Ambos têm 36 pontos, mas o time catalão leva vantagem no critério de desempate e é o primeiro colocado. O duelo deste domingo diante do Athletic Bilbao será o último do ano.

"Estamos preparados para fazer uma boa partida. Colocamos toda a nossa energia, sabemos que é o último jogo do ano e devemos dar tudo", disse Zidane, antes de fazer um balanço positivo da metade da temporada. "Estamos muito bem, fomos constantes. Tivemos um início complicado da temporada, mas tivemos que ser pacientes, não apenas nos resultados, mas em nosso jogo. E isso é a coisa mais importante para mim".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.