Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

De olho na premiação da Copa do Brasil, Corinthians pode poupar titulares no domingo

Se passar pela Chapecoense, time alvinegro vai receber R$ 6,5 milhões da CBF

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 Agosto 2018 | 05h00

Um Corinthians bastante modificado deve enfrentar a Chapecoense neste domingo, na Arena Condá. Além do desgaste do elenco, o técnico Osmar Loss pode poupar alguns jogadores visando a partida de volta da Copa do Brasil, quarta-feira, às 21h45, contra a própria Chape. Além da classificação, a partida também pode valer R$ 6,5 milhões ao clube.

Esse é o valor pago pela CBF para quem se classificar para as semifinais da Copa do Brasil. No primeiro jogo das quartas, o time de Osmar Loss venceu a Chapecoense por 1 a 0, na Arena Corinthians e joga pelo empate na partida de volta. 

O elenco corintiano voltou com problemas do Chile. O zagueiro Henrique e o volante Douglas deixaram o jogo reclamando de dores e serão reavaliados nessa sexta-feira para saber se terão condições de jogo ou não. No caso da zaga, o problema é que Pedro Henrique já está fora do jogo de domingo, por estar suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Assim, se perder Henrique, o treinador pode ter que apostar em uma dupla totalmente reservada, formada por Léo Santos e Marllon.

Mantuan e Ralf, recuperados de lesões, podem jogar nos lugares de Fagner e Gabriel, respectivamente. Thiaguinho entraria na vaga de Douglas e Roger pode voltar ao time como centroavante.

Pela classificação para as quartas de final, o Corinthians recebeu R$ 3 milhões. Se passar da semifinal, o time chega na decisão e já garante pelo menos R$ 20 milhões, valor pago ao vice-campeão. O campeão ficará com R$ 50 milhões.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.