CBF
CBF

De olho nas Eliminatórias, Tite faz reunião com comissão técnica por vídeo

Treinador definiu como será o trabalho durante o período de quarentena imposto pela pandemia do novo coronavírus

Redação, Estadao Conteudo

25 de março de 2020 | 20h38

O técnico Tite também adotou o home office. Já preocupado com a retomada das Eliminatórias da Copa do Mundo, o treinador da seleção brasileira não parou de trabalhar. Seguindo as orientações das autoridades a respeito do isolamento social, ele se reuniu com os seus pares da comissão técnica nesta quarta-feira por videoconferência.

A reunião foi encabeçada pelo coordenador técnico da seleção, Juninho Paulista. E contou também com os auxiliares Cléber Xavier, César Sampaio e Matheus Bachi, além dos analistas e desempenho Thomaz Araújo e Bruno Baquete e do preparador físico Fábio Mahseredjian.

De acordo com a CBF, a reunião virtual durou cerca de duas horas. No encontro, Tite definiu como será o trabalho da comissão técnica durante o período de quarentena imposto pela pandemia do novo coronavírus. O grupo também pensou em soluções para manter a metodologia de trabalho e ideias gerais sobre o time.

Pelo planejamento, o grupo liderado por Tite fará reuniões semanais, por videoconferência. A próxima será na quarta da semana que vem, com os mesmos integrantes do encontro virtual desta quarta.

Ainda segundo a CBF, Mahseredjian tem mantido contato próximo com os jogadores mais assíduos nas listas de convocação de Tite para dar orientações sobre preparação física. A preocupação é que os atletas consigam manter a forma física neste período sem treinos e jogos.

As Eliminatórias Sul-Americanas do Mundial de 2022, no Catar, deveriam ter começado neste mês. Pelo planejamento inicial, o Brasil estrearia no dia 27 contra a Bolívia, na Arena Pernambuco, nos arredores do Recife. Na sequência, enfrentaria a seleção do Peru, desta vez fora de casa, em Lima, no dia 31.

Pela programação inicial da CBF, os jogadores deveriam se apresentar entre os dias 22 e 23 deste mês, diretamente na capital pernambucana. Mas, diante da suspensão dos jogos, Tite decidiu cancelar a lista de chamados. Uma nova convocação será feita assim que o futebol for retomado no continente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.