LUCAS UEBEL/GREMIO
LUCAS UEBEL/GREMIO

De olho no G-4, Grêmio recebe CSA em busca da 4ª vitória consecutiva

Equipe gaúcha embala no Brasileirão após a queda da Copa Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

07 de novembro de 2019 | 07h22

No embalo da vitória sobre o arquirrival Internacional, na rodada passada, o Grêmio segue ainda mais motivado em busca de uma vaga no G-4. Nesta quinta-feira, o time gaúcho vai receber o combalido CSA às 21 horas, em sua Arena, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, na tentativa de emplacar o quarto triunfo consecutivo.

O time gaúcho soma 50 pontos, apenas dois atrás do São Paulo, o primeiro time dentro da zona de classificação direta à fase de grupos da próxima Copa Libertadores. Se vencer nesta quinta e o time paulista tropeçar diante do Fluminense, o Grêmio alcançará a vaga no G-4, faltando então sete rodadas para o fim da competição.

"Se pensarmos friamente, faltam 31 dias para acabar o campeonato. É um mês e tem oito jogos. Nosso planejamento é pensar jogo a jogo. Na minha opinião, agora o jogo mais importante é contra o CSA, que vale os mesmos três pontos. Vamos ter que encarar cada jogo com o uma final até o fim. Nãos será fácil chegar nesse G-4, mas temos grupo para isso", avisa o zagueiro Pedro Geromel.

O Grêmio vem em bom momento no Brasileirão, principalmente após a eliminação para o Flamengo na semifinal da Libertadores. Antes de vencer o Internacional, a equipe de Renato Gaúcho vencera o Vasco em São Januário e o Botafogo, em Porto Alegre. No caso da vitória sobre o Inter, a importância foi simbólica, mas também técnica, por se tratar de um rival direto na disputa pelo G-4.

Na busca por voltar a figurar entre os primeiros colocados, o time gremista deve ter quase força máxima para o duelo desta quinta. Os zagueiros Pedro Geromel e Kannemann e o meia-atacante Alisson, que foram poupados no treino de terça, voltaram a treinar normalmente na quarta e não serão problema para o duelo desta quinta.

Com o retorno do trio, Renato Gaúcho deve escalar sua equipe com: Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kanneman, Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Alisson, Diego Tardelli, Everton; Luciano.

CSA tenta encerrar jejum como visitante

Na luta contra o rebaixamento, o CSA sabe da importância de somar pontos como visitante no Brasileirão, mas isso faz tempo que não acontece. A última vez que pontuou fora de casa foi no dia 15 de setembro, quando empatou com o São Paulo, por 1 a 1. Depois disso, são seis derrotas seguidas. O retrospecto ruim como visitante colocou o CSA na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 29 pontos.

Talvez seja por conta desse retrospecto ruim longe de Maceió que Argel Fucks estuda a possibilidade de poupar alguns jogadores pensando na partida contra o Vasco, no próximo domingo, no Estádio Rei Pelé.

"Vamos ter que segurar de dois a três jogadores por conta do desgaste. O jogo com o Grêmio é muito importante, mas precisamos fazer o dever de casa contra o Vasco", comentou Argel Fucks.

O jogador que mais preocupa a comissão técnica é Apodi. Grande destaque do CSA, o lateral vem atuando como ponta e não atuou em apenas três das 30 partidas realizadas até aqui. O experiente atacante Ricardo Bueno é outro que tem chance de ficar de fora.

Desfalques certos para a partida desta quinta-feira são o zagueiro Luciano Castán e o volante Dawhan, que receberam o terceiro cartão amarelo na derrota para o Athletico-PR, por 1 a 0. Ronaldo Alves e Nilton são os prováveis substitutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.