Ricardo Duarte/ Internacional
Ricardo Duarte/ Internacional

De olho no topo, Inter busca reabilitação frente o Coritiba sem Thiago Galhardo

Artilheiro da equipe com 15 gols, Galhardo foi expulso na derrota diante do Corinthians na rodada anterior

Redação, Estadão Conteúdo

08 de novembro de 2020 | 13h31

O Internacional contou com a sorte na rodada passada para se manter na liderança. Perdeu do Corinthians, mas viu os perseguidores Flamengo e Atlético-MG também serem batidos. Neste domingo,às 16 horas, no Beira-Rio, a meta é mostrar que o tropeço foi um acidente de percurso e manter a ponta da tabela. Será um teste de fogo para os gaúchos mostrarem diante do Coritiba que conseguem manter a força sem Thiago Galhardo.

O artilheiro do time, com 15 gols, foi expulso diante do Corinthians e agora será desfalque no Sul. Uma perda imensa para um time que vinha contando com ao menos um gol do jogador por partida. Galhardo é o diferencial do Inter e Eduardo Coudet vive frisando que o elenco é curto.

Curiosamente, Thiago Galhardo se tornou o goleador do time após "quebrar um galho" de centroavante com lesão grave e cirurgia de Guerrero. Agora se tornou uma ausência importante na abertura do returno.

O técnico argentino não definiu quem usar ao lado de Abel Hernández. Como o colombiano é centroavante, ele estuda optar entre Yuri Alberto, Leandro Fernández ou o experiente D'Alessandro. Independentemente da escolha, sua equipe promete sufocar o rival e fazer valer o mando de campo.

Descansados no meio de semana, os titulares voltam cheios de gás e cientes que não dá mais para desperdiçar pontos bobos no Brasileirão. Com a concorrência pela liderança ganhando novos integrantes, a meta é retomar a série de vitórias. No meio de semana, mesmo com reservas, o Inter avançou na Copa do Brasil diante do Atlético-GO.

São duas derrapadas seguidas no Brasileirão que quase custaram a perda da primeira colocação. Antes da derrota diante do Corinthians, o Inter havia cedido o empate ao Flamengo no último minuto dos acréscimos. Ciente que a sorte nem sempre se fará presente, somente o triunfo é considerado diante do Coritiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.