Rafael Ribeiro / Vasco
Rafael Ribeiro / Vasco

Na torcida contra o Volta Redonda, Vasco recebe Madureira para tentar vaga na semifinal

Equipe comandada pelo técnico Ramon Menezes precisa vencer e torcer contra o Voltaço para avançar na Taça Rio

Redação, Estadão Conteúdo

02 de julho de 2020 | 07h20

Vasco e Madureira vão se enfrentar às 20 horas desta quinta-feira com dupla preocupação. Com chances de avançar às semifinais da Taça Rio, os dois times precisam vencer e ainda torcer contra o Volta Redonda, que estará em campo no mesmo horário. Embalado pelo triunfo na rodada passada, quando enfim fez seu retorno no Campeonato Carioca, o time de São Januário é o favorito no duelo a ser disputado em seu estádio.

As duas equipes cobiçam a segunda posição do Grupo B do segundo turno do Estadual. O líder é o Fluminense, já classificado, com nove pontos. O vice-líder é o Volta Redonda, com sete. Madureira, com seis, e Vasco, com cinco, vêm logo em seguida na tabela.

Para o Vasco, a classificação só vira com vitória sobre o Madureira e derrota do Volta Redonda para o Resende. "Primeiramente, temos que focar no nosso trabalho. Não adianta o Resende ganhar lá e a gente perder o nosso jogo. Precisamos trabalhar mais do que no jogo do Macaé", comenta o volante Fellipe Bastos.

No domingo, o Vasco voltou aos gramados com vitória sobre o Macaé por 3 a 1, na estreia do técnico Ramon Menezes. Satisfeito com o desempenho do time, o treinador vai repetir a escalação vascaína, mantendo o trio ofensivo formado por Vinícius, Talles Magno e Cano.

Desta forma, o Vasco deve entrar em campo nesta quinta com Fernando Miguel; Pikachu, Leandro Castán, Ricardo, Henrique; Andrey, Fellipe Bastos, Benítez; Vinícius, Talles Magno e Cano.

A opção pelo ataque reforçado tem relação com a possível necessidade de saldo de gols, para um eventual desempate com o Volta Redonda na tabela. "Precisamos fazer um bom jogo, e com boa vitória porque sabemos que o saldo de gols pode fazer diferença para gente. Para que a gente consiga vitória e o Deuses de futebol botem a gente na semifinal. A gente está com muita fome", disse Fellipe Bastos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.