Fabián Mattiazzi/EFE
Fabián Mattiazzi/EFE

De Rossi é apresentado no Boca: 'Jogarei em um ambiente que me encoraja'

Campeão do mundo, volante italiano foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira

Redação, Estadão Conteúdo

29 de julho de 2019 | 20h47

O italiano Daniele De Rossi foi apresentado, nesta segunda-feira, como o mais novo reforço do time do Boca Juniors. Campeão pela seleção italiana na Copa do Mundo de 2006, o volante comentou sobre a atmosfera estimulante que encontrou na Argentina.

"Eu tenho a oportunidade de jogar futebol em um ambiente que me encoraja, o que é o mais importante para mim. O futebol me devora. Não quero um lugar que me desligue", disse o ex capitão da Roma, durante entrevista coletiva em uma das salas de entrevista de La Bombonera, vestindo a camisa 16 do tradicional time argentino.

Apresentado pelo presidente Daniel Angelici, De Rossi, de 36 anos, disse que o Boca tem características semelhantes à da Roma. "A estrutura do clube e a forma dos torcedores se comportarem nos estádios são muito parecidas", disse o ex-capitão romano.

De Rossi afirmou que o objetivo do Boca não é apenas vencer a Copa Libertadores, mas "tudo" que for possível. Para isso, ele promete estar "comprometido" para conseguir ajudar e contribuir. "Eu não venho fazer gols como (Diego) Maradona, mas, em boa forma, posso ser importante para a equipe."

O italiano revelou que deverá estar pronto para estrear em dez dias e aproveitou para negar que sua família estivesse "aterrorizada" por ter ido morar na Argentina. "Estamos muito felizes por estar aqui.

De Rossi jogou durante toda a sua carreira pela Roma (de 2001 a maio deste ano). Ele é o segundo jogador com mais partidas pela equipe romana (616), atrás apenas do lendário Francesco Totti (786), a quem substituiu como capitão após sua aposentadoria.

Depois de longas negociações, Burdisso convenceu o amigo e ex-companheiro de Roma a jogar uma temporada pelo Boca, que está nas oitavas de final da Copa Libertadores e começa a disputar o Campeonato Argentino no domingo.

A contratação de De Rossi pode ser considerada a primeira envolvendo um jogador estrangeiro consagrado na Europa a deixar o Velho Continente para usar a camisa de um clube argentino, sendo que em 2006 ele converteu um dos pênaltis na disputa de cobranças na final da Copa do Mundo contra a França.

O Boca Juniors soma quatro contratações para a próxima temporada. Além de De Rossi, as demais são: Salvio (Benfica), Jan Hurtado (Gimnasia y Esgrima) e Alexis Mac Allister (Brighton).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.