De roxo, Corinthians derrota Fortaleza no Morumbi

Na estréia do terceiro uniforme, time alvinegro faz 2 a 0 e garante vaga nas oitavas-de-final

André Rigue, estadao.com.br

03 de abril de 2008 | 23h28

Na estréia da camisa roxa, o Corinthians derrotou nesta quinta-feira o Fortaleza por 2 a 0, no Estádio do Morumbi, pela Copa do Brasil. Com o resultado, o alvinegro garantiu classificação às oitavas-de-final e vai enfrentar o Goiás, que na quarta-feira eliminou o Fast, do Amazonas. Veja também: Calendário e resultados Diogo Rincón desabafa e diz que precisava marcar seu 1.º gol O modelito arroxeado foi o principal destaque do Corinthians em campo, uma vez que a equipe apresentou um fraco futebol e se acomodou com a ineficiência do Fortaleza, que já havia perdido o primeiro jogo, disputado no Castelão, por 2 a 1 - o time cearense precisava vencer por dois gols de diferença para avançar. Agora, o Corinthians concentrará toda a atenção na última rodada do Campeonato Paulista, que acontece neste domingo. Para avançar às semifinais do Estadual, o clube precisará derrotar o Noroeste, em Bauru, e torcer contra Ponte Preta (que pega o Santos, na Vila) e São Paulo (que recebe o Juventus, no Morumbi). COM QUE ROUPA EU VOU?A estréia do terceiro uniforme deveria ter ocorrido no último domingo, no jogo contra o Marília. Mas como a torcida protestou contra a utilização da cor, a diretoria preferiu manter o tradicional preto e branco. Neste jogo, finalmente, o modelo arroxeado saiu do armário - a camisa custa cerca de R$ 150,00 nas lojas. Se a camisa roxa possui um preço elevado, o valor de R$ 20,00 (ingresso de arquibancada) que os torcedores gastaram para assistir o jogo também ficou caro. Além da noite chuvosa e fria, o Corinthians entrou literalmente com o freio de mão puxa Corinthians2Felipe; Chicão, William e Carlão; Carlos Alberto    , Bóvio, Fabinho (Perdigão), Diogo Rincón (Lulinha) e André Santos; Dentinho (Acosta) e HerreraTécnico: Mano MenezesFortaleza0Tiago Cardoso; Vitor, Erandir e Preto; Leandro    , Rogério     (Guto), Simão, Paulo Isidoro     e Márcio Azevedo; Lúcio (Taílson) e Rômulo (Osvaldo)Técnico: Heriberto da CunhaGols: Diogo Rincón, aos 25 minutos do primeiro tempo; André Santos, aos 13 minutos do segundo tempo Árbitro: Jailson Macêdo Freitas (BA)Renda: R$ 130.727,00Público: 9.521 torcedoresEstádio: Morumbi, em São Paulodo e desenvolveu uma partida sem emoção. O técnico Mano Menezes, extremamente preocupado com a marcação, manteve o time com três zagueiros - Chicão, William e Carlão. E por ter características defensivas, o clube encontrou dificuldades para atacar o Fortaleza, que apesar de precisar da vitória também começou o jogo na defesa. Emoção mesmo só aos 25 minutos do primeiro tempo, quando saiu o primeiro gol corintiano. O lateral André Santos, este sim com vontade, entrou na área do Fortaleza e bateu prensado. A bola espirrou e sobrou nos pés de Diogo Rincón. O jogador chutou forte e marcou o seu primeiro gol pelo Corinthians. TREINO PARA O PAULISTÃODepois de levar o primeiro gol, o Fortaleza entregou o jogo. Para complicar ainda mais a situação do time nordestino, Paulo Isidoro foi expulso logo aos dois minutos do segundo tempo por ofender a arbitragem. "Eu não mandei ele tomar... tomar... naquele lugar", disse o jogador aos microfones quando deixava o campo. Com um a mais, o Corinthians passou a tocar melhor a bola e chegou ao segundo gol aos 13 minutos do segundo tempo. O atacante Herrera tocou para André Santos. Dentro da área, o lateral bateu forte, rasteiro, sem chance de defesa para Tiago Cardoso - gol merecido de André Santos, o melhor em campo. Satisfeita com o resultado, apesar do fraco futebol do time, a torcida corintiana até gritou "Olé". Um incentivo a mais para os jogadores, que viverão momentos de ansiedade antes do jogo contra o Noroeste - para este duelo, o presidente Andrés Sanchez não quis revelar a cor do uniforme que o Corinthians utilizará.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCopa do BrasilFortaleza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.