Dé substitui Lazaroni no Botafogo

Após uma reunião na tarde desta quinta-feira, a diretoria do Botafogo acertou com Dé para que ele dirija o time no lugar de Sebastião Lazaroni, demitido no decorrer da derrota para o Remo na Copa do Brasil. O treinador fez exigências para assumir a equipe: um contrato com prazo fixo, até dezembro, o pagamento dos salários atrasados dos jogadores e a contratação dos reforços. "Agora estou com a situação tranqüila, porque sei que tenho a situação garantida mesmo se for demitido", explicou o técnico.Para Dé, o Botafogo tem "todas as condições de fazer uma boa campanha no segundo semestre". A primeira contratação da diretoria, para cumprir a promessa que fez ao treinador, foi o meia Welligton do Americano. "Tem de pagar os salários porque nenhuma elenco é campeão sem isso".Valdir Espinosa também viu seu Fluminense perder - por 4 a 1 para o Juventude do Mato Grosso - mas pelo menos continua no cargo. Espinosa considerou que foi "uma das piores atuações do time" sob o seu comando. Segundo ele, a equipe perdeu porque faltou atenção aos jogadores nos dois primeiros gols do adversário, o que os desestabilizou emocionalmente. Ele ressaltou que os atletas têm que mostrar seriedade e determinação na segunda partida da Copa do Brasil.No clássico contra o Vasco, no domingo, pelo Campeonato Carioca, o Fluminense contará com os reforços dos meias Viveiros e Ramón, que estavam contundidos. Para o treinador, com a volta dos dois, o time pode reverter a imagem mostrada na atuação de quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.