Sergio Perez / Reuters
Sergio Perez / Reuters

De torcedor a jogador da Inglaterra em 2 anos, Maguire exalta 'crença' na vitória

Zagueiro é elogiado pelo técnico da equipe, Gareth Southgate

Estadão Conteúdo

19 Junho 2018 | 09h58

A vida do defensor Harry Maguire mudou, em dois anos, de um torcedor da Inglaterra que foi à França acompanhar a Eurocopa para um jogador que representa a seleção do país dele na Copa do Mundo. Titular no triunfo por 2 a 1 sobre a Tunísia, nesta segunda-feira, em Volgogrado, o zagueiro elogiou a mentalidade da equipe, que fez o gol da vitória já nos acréscimos do segundo tempo após desvio de Maguire para cabeçada de Harry Kane.

+ Apesar do sufoco, Southgate se diz 'muito orgulhoso' da Inglaterra e exalta Kane

+ Emocionado, Kane celebra dois gols e vitória da Inglaterra: 'Fez justiça'

"Mostramos crença na vitória. Já deveríamos ter ido para o intervalo à frente do placar", disse o defensor nesta terça-feira. "Tem sido uma experiência estranha, mas muito empolgante nesses últimos anos e algo do qual sempre vou me orgulhar", comentou o defensor antes do Mundial.

Técnico da Inglaterra, Gareth Southgate confia em Maguire mesmo sabendo da inexperiência do jogador de 25 anos em partidas de alto nível. O zagueiro fez apenas duas temporadas completas na primeira divisão da Inglaterra e entrou em campo só uma vez em competições continentais, pelo Hull City, na Liga Europa, em 2014.

"O potencial dele é enorme. Acredito que só ele e nosso goleiro (Jordan Pickford) nunca disputaram uma final de Copa ou jogo de Liga dos Campeões da Europa. Talvez tenha sido contra a Tunísia uma viagem de descobrimento para ele, mais do que para outros atletas. Maguire teve uma grande compostura, é alguém com grande qualidade defensiva e um temperamento muito calmo", comentou o técnico.

 

Com três pontos na classificação do Grupo G, a Inglaterra vai enfrentar o Panamá, às 9 horas (de Brasília) deste domingo, em Nijni Novgorod. A última partida da seleção inglesa na primeira fase vai ser contra a Bélgica, às 15 horas (de Brasília) do dia 28, em Kaliningrado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.