Alessandro Dimarco/EFE
Alessandro Dimarco/EFE

De verde, Torino homenageia Chapecoense e fica no empate com a Atalanta

Equipe de Turim entra em campo com as cores do time brasileiro em partida dentro de casa

Estadão Conteúdo

02 de dezembro de 2017 | 20h18

Pouco mais de um ano depois da tragédia aérea na Colômbia que matou 71 pessoas - entre jogadores, comissão técnica e dirigentes, além de tripulantes e jornalistas -, a Chapecoense foi novamente homenageada em campo neste sábado. Pela 14.ª rodada do Campeonato Italiano, no estádio Olímpico, em Turim, o Torino enfrentou a Atalanta todo de verde, substituindo o seu tradicional grená no uniforme, e ficou no empate por 1 a 1.

+ PSG é surpreendido pelo Strasbourg e perde pela primeira vez no Francês

+ Lingard faz dois, De Gea brilha e Manchester United vence o Arsenal no Inglês

A homenagem no primeiro aniversário do acidente foi uma promessa feita pelo presidente Urbano Cairo, do Torino, a Plínio de Nês Filho, mandatário da Chapecoense. "Torino e Chape, unidos pelo destino, amigos para sempre", afirmou o dirigente italiano.

O próprio Torino admitiu que o acidente aéreo da Chapecoense "faz lembrar a tragédia de Superga", envolvendo justamente o clube italiano. Em 1949, o avião que levava os jogadores do time grená se chocou com a Basílica de Superga, que fica em um morro na cidade de Turim, e matou as 31 pessoas que estavam a bordo.

O Torino informou que foram fabricadas 1.500 unidades desta camisa verde, que serão colocadas à venda e terão parte do valor arrecadado revertido para os familiares das vítimas da tragédia do ano passado.

Em campo, o Torino saiu na frente no placar com um gol de cabeça do zagueiro Nicolas N'Koulou no final do primeiro tempo, aos 46 minutos. Na segunda etapa, a Atalanta conseguiu o empate com o atacante Josip Ilicic, aos nove minutos.

Na tabela de classificação, os dois times estão empatados com 20 pontos com mais três equipes: Milan, Bologna e Chievo Verona. Pelos critérios de desempate, a Atalanta está em sétimo lugar e o Torino ocupa a 10.ª colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.