Fernando Torres/Divulgação
Fernando Torres/Divulgação

De virada, seleção olímpica encerra 2015 com goleada sobre EUA

Molecada que jogará a olimpíada faz 5 a 1 em amistoso em Belém

Estadão Conteúdo

15 Novembro 2015 | 20h30

No encerramento da temporada de 2015 para a seleção brasileira olímpica, que no ano que vem tentará a inédita medalha de ouro nos Jogos do Rio, uma goleada de virada. Neste domingo, no estádio Mangueirão, em Belém, o time sub-23 do Brasil, comandado pelo técnico Rogério Micale - isso enquanto Dunga dirige a equipe principal nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 -, derrotou o time similar dos Estados Unidos por 5 a 1. Na última quarta-feira, no Recife, os brasileiros já haviam ganhado dos norte-americanos por 2 a 1.

Os destaques da partida foram o atacante Gabriel, do Santos, e o meia Felipe Anderson, ex-Santos e atualmente na Lazio, que marcaram dois gols cada. O atacante gremista Luan fez o outro gol brasileiro e o zagueiro Marlon anotou um golaço contra para os Estados Unidos no início da partida.

O Brasil entrou em campo em Belém com um time totalmente diferente do último jogo, no Recife. A ideia de Rogério Micale era observar todos os jogadores do elenco que foram convocados para estes dois amistosos contra os norte-americanos, que ainda lutam por vaga na Olimpíada - jogarão uma repescagem contra a Colômbia.

O único que permaneceu na equipe em relação ao jogo em Pernambuco foi Gabriel, que substituiu Kenedy, ausente por conta de uma indisposição estomacal. Em Manaus, Wendell e Douglas Santos sofreram do mesmo problema. Talvez por tantas substituições, o Brasil sofreu no primeiro tempo. Tomou o primeiro gol logo aos 6 minutos, quando Marlon tentou cortar um cruzamento e mandou de cabeça contra a própria a meta. E foi só empatar aos 43. Rodrigo Caio fez ótima jogada pelo meio, tabelando com Gustavo Scarpa, e deu assistência na medida para Gabriel, que invadiu a área pela direita e finalizou por entre as pernas do goleiro.

No segundo tempo, a virada veio rapidamente. Logo no primeiro minuto conseguiu a virada com Felipe Anderson. Aos 17, o próprio meia da Lazio fez o terceiro em uma cobrança de falta. O quarto só saiu aos 36, após jogada de Luan e Fabinho, que Gabriel completou para o gol mesmo estando em posição de impedimento. No final, aos 38, Luan deixou o seu e determinou a goleada.

Com o primeiro jogo contra os Estados Unidos no Recife, este foi o quinto amistoso da seleção olímpica. Antes, havia perdido para a França por 2 a 1, na Europa, em setembro, e goleado a República Dominicana (6 a 0) e Haiti (5 a 1), ambos na Arena Amazônia, em Manaus, em outubro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.