Arsenal/ Divulgação
Arsenal/ Divulgação

De virada, Arsenal aproveita erros do Liverpool e vence em casa

Time londrino chegou aos 53 pontos, na nona colocação, enquanto o campeão antecipado permaneceu com 93 pontos

Redação, Estadao Conteudo

15 de julho de 2020 | 19h22

O Arsenal aproveitou a falta de motivação do Liverpool para manter suas chances de classificação para as copas europeias, ao vencer, por 2 a 1, de virada, nesta quarta-feira, no Emirates Stadium, em Londres. Com o resultado, o time londrino chegou aos 53 pontos, na nona colocação, enquanto o campeão antecipado permaneceu com 93 pontos. Restam duas rodadas para o fim da competição.

O jogo atípico começou fácil para o Liverpool, que abriu o placar aos 20 minutos, após ótima assistência de Robertson, que Mané só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol. A vantagem no placar tirou a concentração dos comandados de Jürgen Klopp, que passaram a errar muitos passes e cometer várias falhas.

Ao notar a possibilidade de vitória, o Arsenal aumentou o ritmo e forçou as jogadas pelo lado direito de seu ataque. O empate não demorou. Aos 32 minutos, Lacazette foi lançado dentro da área e, com grande categoria, driblou o goleiro Alisson para fazer 1 a 1, após falha na saída de bola do zagueiro Van Dijk.

Com a apatia do Liverpool, o Arsenal conseguiu a virada ainda no primeiro tempo. Alisson saiu jogando errado, Lacazette roubou a bola e tocou para Nelson, livre dentro da área, bater colocado: 2 a 1.

Mesmo desorganizado, o Liverpool tentou reagir, mas falhou na armação e finalização das jogadas. Em um dos raros momentos de lucidez, o meia Salah quase conseguiu o empate, mas foi impedido pela bela defesa do goleiro Martinez.

Foi apenas a terceira derrota do Liverpool, em 36 jogos. O time soma 30 vitórias e três empates. Já o Arsenal ficou três pontos atrás do Wolverhampton na briga por uma vaga na Liga Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.