De virada, Fortaleza vence Fluminense

Na primeira partida do returno do Campeonato Brasileiro da Série A, o Fortaleza ganhou de virada, por 3 a 1, do Fluminense, nesta quarta-feira à noite, no Estádio Castelão. As duas equipes mostraram um futebol sem graça no primeiro tempo, cometendo muitas faltas. O Tricolor das Larajeiras abriu o placar aos cinco minutos com um pênalti cobrado por Romário. Mas, não soube explorar a vantagem e acabou tomando três gols no segundo tempo. Mais de 24 mil torcedores pagaram para ver o jogo. O zagueiro do Fortaleza, Rogério Sergipano, entrou em campo dizendo que sua missão seria ?marcar Romário o tempo todo?. Acabou, aos cinco minutos, dando de presente um gol para o adversário, quando meteu a mão na bola sem a menor necessidade. O bandeirinha Edmilson Corona viu e o árbitro Paulo César Oliveira marcou pênalti em favor do Fluminense. Romário cobrou preciso de perna direita. A equipe cearense lutou pelo gol de empate ainda no primeiro tempo. Mas, não conseguiu sair da marcação adversária. No intervalo, Carlos Alberto, do Fluminense, teve uma hipoglicemia, desmaiando no vestiário. Recebeu atendimento médico, melhorou, mas foi substituído na volta para o segundo tempo por Lopes. Sem modificações, o Fortaleza voltou mais ofensivo. E, logo no primeiro minuto, igualou o placar. Sérgio cruzou, a bola resvalou nas costas de Finazzi antes de Marcos Paulo chutar rasteiro sem chance para o goleiro Murilo. O técnico Luiz Carlos Cruz mexeu no Fortaleza, colocando Chiquinho no lugar de Sérgio. Joãozinho, do Fluminense, que já havia recebido cartão amarelo, foi expulso. Com um jogador a menos e mostrando um futebol apático, o time carioca acabou tomando, aos 30 minutos, outro gol. Numa jogada pelo setor direito, Chiquinho chutou para Vinícius, que mandou para Marcos Paulo fazer de cabeça o gol que abriu a virada cearense. Dez minutos depois, numa jogada também pela direita, Finazzi fez de cabeça o terceiro gol do Fortaleza: 3 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.