Michael Sohn/ AP
Michael Sohn/ AP

De virada, RB Leipzig vence Mönchengladbach e se aproxima do líder no Alemão

Equipe de Julian Nagelsmann segue dois pontos atrás do Bayern de Munique, que goleou na rodada

Redação, Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2021 | 17h38

O RB Leipzig continua mostrando que tem potencial para se tornar o campeão do Campeonato Alemão desta temporada. O adversário deste sábado, o Borussia Mönchengladbach, tentou, porém não foi capaz de superar a sensação da temporada. O confronto, na Red Bull Arena Leipzig, terminou com vitória de virada dos mandantes por 3 a 2, pela 23.ª rodada.

O time de Leipzig continua surpreendendo e mostrando sua categoria, que o alçou a vice-líder. Com 50 pontos, tem apenas dois a menos que o primeiro colocado, o Bayern de Munique. O Borussia Mönchengladbach, por sua vez, está com 33 pontos, em oitavo lugar na tabela de classificação.

O duelo começou com protagonismo do time de Mönchengladbach, que pegou os donos da casa de surpresa. Logo aos 6 minutos, o placar já foi aberto com pênalti cobrado por Jonas Hofmann. Com o primeiro susto, o RB Leipzig não conseguia criar chances para o empate e, aos 19, sofreu o segundo gol. Com assistência de Embolo, o atacante Marcus Thuram chutou em cheio e balançou as redes do goleiro Gulácsi. No resto do tempo, a equipe comandada pelo treinador Julian Nagelsmann tentou, mas não teve sucesso para impor o seu ritmo em campo.

No segundo tempo, porém, um novo RB Leipzig entrou em campo. Disposto a buscar ao menos o empate, o time da casa chegou agressivo e oferecendo muito perigo ao adversário. O resultado da estratégia veio aos 13 minutos, quando Nkunku diminuiu a vantagem com assistência do atacante Sørloth. Aos 21, coube a Olmo dar passe a Poulsen para trazer o empate aos donos da casa, fazendo 2 a 2.

Por fim, já nos acréscimos, Sørloth repetiu a dose e tabelou com Nkunku. Dessa vez, recebeu passe para mandar direto para o gol de Sommer e garantir a vitória de virada para o RB Leipzig.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.