De virada, Paysandu derrota o Santos

O torcedor santista e principalmente os jogadores do Santos estão tendo de aprender uma dura realidade após o título brasileiro: peso de camisa e estrela em campo, sozinhos, sem futebol à altura, não ganham jogo. Nesta quarta-feira, em Belém do Pará, deu Paysandu, de virada, 2 a 1. Welber, camisa 11 dos paraenses, foi a estrela da noite, com dois gols, enquanto Robinho brincou, brincou e fez pouco de útil; e Diego, que tem de fazer tudo no meio-campo da equipe, não foi o craque que a torcida se acostumou a ver.Além da forte marcação do Paysandu, o primeiro grande adversário santista foi o gramado do Mangueirão. Os buracos no campo associados à chuva que caiu algumas horas antes da partida prejudicaram muito o toque de bola da equipe, que, mesmo assim, no primeiro tempo, teve alguns lampejos de bom futebol.Aos 18, por pouco Diego não abriu o marcador. Depois de confusão na área, a bola sobrou para o meia, que disparou no canto esquerdo do goleiro. A bola ia entrar se Elano não estivesse na frente, jogando de zagueiro.O Santos, mesmo lento e sem criatividade, acabou chegando ao primeiro gol aos 38. Reginaldo Araújo recebeu passe na área, tentou tirar o goleiro Marcão, mas acabou derrubado. Em vez de marcar pênalti, o árbitro deu seqüência à jogada. Melhor para o Santos: Robinho, sozinho, pegou a sobra e abriu o placar aos 38.Se o Santos do primeiro tempo não era brilhante, no segundo então... Logo a 1 minuto, o Paysandu, que compensava a falta de técnica com garra, empatou. Cruzamento da direita, desvio de cabeça de Iarlei, bola no pé de Robson, que furou mas se recuperou a tempo de tocar para Welber colocar para dentro.Depois do empate, o jogo esfriou até os últimos minutos da etapa final, quando o Paysandu resolveu arriscar. Aos 31, contra-ataque mortal paraense. Iarlei arrancou do meio-de-campo e encontrou Welber, que disparou da entrada da área, a bola ainda passou debaixo de Fábio Costa.A partir daí, começou o bombardeio que quase levou ao terceiro gol paraense. Aos 31, Iarlei chutou forte, para fora. Aos 32 e aos 33, Robson, duas vezes concluiu na mão de Fábio Costa.Final de jogo: Garra e superação 2 x 1 Santos. Com o resultado, o Paysandu foi a 4 pontos em três jogos e ocupa a 9ª posição na tabela, enquanto o Santos, com 2, caiu de 15º para 17º lugar. O Paraná, com dois jogos, lidera o Brasileiro, com 4 pontos.Ficha TécnicaPaysandu ? Marcão; Rodrigo (Gino), Jorginho, Sérgio e Luiz Fernando; Vanderson, Sandro (Lecheva), Bruno e Welber (Magno); Robson e Yarlei. Técnico ? Dario Pereyra.Santos ? Fábio Costa; Reginaldo Araújo (William), André Luís, Alex e Léo (Rubens Cardoso); Paulo Almeida, Renato, Elano (Fabiano) e Diego; Robinho e Ricardo Oliveira. Técnico ? Emerson Leão.Gols ? Robinho aos 38 minutos do primeiro tempo; Welber a 1 e aos 31 do segundo.Árbitro ? Luciano Augusto T. Almeida (DF).Cartão amarelo ? Elano. Robson, Vanderson, Ricardo Oliveira, Diego, Léo, Sandro, Jorginho e Alex.Local ? Mangueirão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.