Divulgação
Divulgação

De virada, Portuguesa derrota Bragantino com gol no fim

Em casa, Bragantino sofre sexta derrota consecutiva no Paulistão

Estadão Conteúdo

28 de fevereiro de 2015 | 21h02

Na estreia do técnico Márcio Araújo, que substituiu Marco Aurélio Moreira, o Bragantino sofreu a sua sexta derrota consecutiva ao levar a virada da Portuguesa, por 2 a 1, neste sábado à noite no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. O gol da vitória foi marcado somente aos 44 minutos do segundo tempo.

O Bragantino continua com apenas três pontos no fraco Grupo D, dentro da zona do rebaixamento na classificação geral. A Lusa, que tinha perdido a invencibilidade diante do Santos, por 3 a 1, voltou a vencer e atingiu os nove pontos, em terceiro lugar do Grupo C.

Com os dois times precisando da reabilitação, o jogo começou movimentado e com chances para ambos os lados. Diego Maurício bateu cruzado aos 2 minutos e Rafael Santos fez grande defesa ao espalmar. A resposta da Lusa aconteceu aos 13 minutos, com o desvio de cabeça de Léo Costa, mas para fora. Aos 31, Caio criou a melhor chance para o time da casa ao arriscar o chute da entrada da área, a bola desviou e explodiu no travessão.

A Lusa ainda teve duas chances. Aos 36, numa cabeçada de Edno, mas para fora, e aos 40 minutos numa falta bem cobrada por Léo Costa, sobre a barreira, e que o goleiro Lauro espalmou para escanteio. Quando o empate parecia ser o resultado para o intervalo, o Bragantino abriu o placar aos 44. Caio começou a jogada e lançou Diego Maurício do lado esquerdo. Ele chutou forte o goleiro Rafael Santos espalmou e o rebote ficou para Erick apenas completar na pequena área.

No reinício de jogo, a Portuguesa adiantou a marcação e empatou num lance irregular, aos seis minutos. Após escanteio, houve o toque de cabeça e o zagueiro Guilherme Almeida, em posição de impedimento, tocou entre as pernas do goleiro Lauro. O árbitro validou o gol.

Com uma chuva fina e um frio intenso, os dois times cansaram. O ritmo de jogo diminuiu e aumentaram os erros, tanto de passes como de finalizações. A melhor chance de gol saiu num rebote da defesa que ficou para o chute na frente da área de Diego Maurício. O goleiro Rafael Santos desviou com a perna direita.

Mas o jogo voltou a ficar aberto e a Lusa deu mais sorte. Edno pegou a bola dentro da área e ajeitou para trás para o chute de primeira de Filipe Souza, no ângulo direito de Lauro. Era o segundo gol da Portuguesa. O gol da vitória.

No próximo sábado os dois times voltam a campo à noite. Às 18h30, o Bragantino vai enfrentar o Palmeiras, em São Paulo. A Portuguesa vai pegar o Penapolense na Arena Barueri, às 21 horas.

FICHA TÉCNICA:

BRAGANTINO 1 x 2 PORTUGUESA

BRAGANTINO - Lauro; Diego Macedo, Renato Santos, Thiago Martinelli e Thiago Feltri; Uchôa, Graxa, Muralha (Pedro Henrique) e Caio; Diego Maurício e Erick (Igor). Técnico: Márcio Araújo.

PORTUGUESA- Rafael Santos; Fabinho Capixaba, Guilherme Almeida, Valdomiro e Paulo Henrique; Ferdinando (Betinho), Filipi Souza, Léo Costa (Betinho) e Edno; Popó (Jean Mota) e Diego (Rudy Cardoso). Técnico: Aílton Silva.

GOLS - Erick, aos 44 minutos do primeiro tempo. Guilherme Almeida, aos 6, e Filipi Souza, aos 44 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Norberto Luciano Santos da Silveira.

CARTÕES AMARELOS - Uchôa, Thiago Martinelli e Renato Santos (Bragantino); Guilherme Almeida (Portuguesa).

RENDA - R$ 36.970,00.

PÚBLICO - 6.790 pagantes.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaulistãoPortuguesaBragantino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.