Fábio Motta/AE
Fábio Motta/AE

De visual novo, Joel se emociona ao voltar ao Botafogo

'Não é fácil um treinador, no Brasil e no exterior, continuar mantendo uma maneira de ser', afirma

AE, Agencia Estado

26 de janeiro de 2010 | 20h37

Joel Santana não conteve a emoção ao ser apresentado no Botafogo. Contratado para substituir Estevam Soares, demitido devido à derrota por 6 a 0 para o Vasco, no domingo, o novo treinador chegou com visual novo - cavanhaque e óculos escuros - e o velho carisma.

"Em todas as minhas apresentações me emociono. Não é fácil um treinador, no Brasil e no exterior, continuar mantendo uma maneira de ser, de agir, e trabalhar em um clube deste porte, com esta história", disse Joel, que já passou outras duas vezes por General Severiano.

Joel confia na sua estrela para reabilitar o Botafogo, que não conquista um estadual desde 2006. O técnico tem no currículo seis títulos cariocas: 1992 e 1993 (pelo Vasco), 1995 (Fluminense), 1996 (Flamengo), 1997 (Botafogo) e 2008 (Flamengo).

"O clube está em um momento difícil, mas juntos vamos tentar solucionar esse problema. Pensei que ia aproveitar um pouco mais as férias, mas a vida não para", brincou o treinador, que estava desempregado desde que foi demitido do comando da seleção sul-africana, em outubro do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.