Rubens Chiri / São Paulo
Rubens Chiri / São Paulo

De volta à equipe, Rojas promete 'reação imediata' no São Paulo

Após sequência de 15 partidas na equipe, atacante equatoriano foi desfalque por suspensão na última rodada

O Estado de S. Paulo

27 de setembro de 2018 | 11h00

O atacante equatoriano Rojas estreou pelo São Paulo na primeira partida após a pausa da Copa do Mundo da Rússia, em 18 de julho. Deu até assistência na vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo, no Maracanã. Não saiu mais da equipe, até ser suspenso pelo terceiro amarelo, o que o tirou da última rodada, contra o América-MG, interrompendo uma sequência de 15 jogos.

De volta à equipe para encarar o Botafogo, domingo, no Rio, ele tem dupla motivação: estar mais uma vez na formação titular e ajudar o líder do Campeonato Brasileiro a retomar a confiança no torneio.

"A suspensão tirou minha sequência grande de jogos, e agora espero poder novamente contribuir com o time. A semana de trabalho está sendo muito boa. Todos querem uma reação imediata", disse o atleta de 29 anos, ao site do clube.

E o retorno ao Rio de Janeiro torna ainda mais especial sua escalação. As boas lembranças da estreia ainda rondam a cabeça do equatoriano: "Foi um dia inesquecível. Minha estreia pelo São Paulo, no Maracanã, contra o então líder do campeonato. Conseguimos uma vitória que nos deixou em um outro patamar", recorda.

Foi depois desse jogo que o time engrenou até chegar ao topo da tabela, que ocupou quase ininterruptamente - o Internacional lhe tomou a liderança por duas rodadas. "Lembro com alegria, mas já ficou no passado. O desafio agora é outro, tão grande quanto", ponderou, citando o duelo diante dos botafoguenses.

Líder do Brasileirão, com 51 pontos, o São Paulo vê a aproximação de Palmeiras e Inter, com 50 cada, além de Flamengo (48) e Grêmio (47). 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.