Rubens Chiri/Sâo Paulo FC
Rubens Chiri/Sâo Paulo FC

De volta à lateral, Júnior Tavares vê São Paulo focado para manter sequência invicta

Time do Morumbi não perde há quatro rodadas no Brasileirão e tenta se afastar da zona de rebaixamento

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2017 | 18h45

O lateral esquerdo Júnior Tavares, que deve retornar à posição de titular no São Paulo depois de cumprir suspensão automática, disse que o time está focado para o jogo contra o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, e espera ver um estilo de jogo compacto para conseguir os três pontos fora de casa.

Petros é poupado em dia de testes no São Paulo

"Fizemos um excelente jogo contra o Corinthians e conseguimos uma vitória importante sobre o Sport. Agora, é conseguir manter essa sequência no jogo contra o Atlético. A gente está bastante focado e sabemos do rendimento que estamos tendo nas partidas. Vamos apresentar um jogo compacto, como a gente vem trabalhando, para sair com o resultado positivo.", disse, à SPFC TV.

Substituído por Edimar enquanto cumpria suspensão, Júnior Tavares disse que entende a disputa pela vaga, e que confia na escolha do técnico Dorival Junior. Apesar de ter a confiança da comissão técnica, pesa contra Junior Tavares a pressão de ter sido responsabilizado pelo empate cedido ao Corinthians pela 25.ª rodada do Brasileirão, em que falhou no lance do gol de Clayson.

"É uma disputa sadia. A gente se dá bem e quem o Dorival escolher vai fazer o melhor pela equipe", avaliou Tavares. "(A disputa) não atrapalha o rendimento, nem meu nem dele, e nem nossa amizade."

A preparação do São Paulo para o duelo contra os mineiros segue sem descanso até a véspera do jogo. Neste fim de semana, o time divide o espaço do CT da Barra Funda com a seleção brasileira, que treinou na sexta, e com a seleção chilena, que terá o local de treinamento tricolor à disposição até segunda, véspera do jogo válido pela última rodada das Eliminatórias no Allianz Parque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.