Maurizio Degli Innocenti/AP
Maurizio Degli Innocenti/AP

De volta à seleção da Itália, Barzagli temeu aposentadoria precoce

Zagueiro sofreu grave lesão no pé na Copa e não imaginava voltar

Estadão Conteúdo

24 Março 2015 | 14h25

De volta à seleção da Itália, o zagueiro Andrea Barzagli revelou nesta terça-feira que temeu pelo fim da sua carreira quando sofreu grave lesão no pé direito ao fim da Copa do Mundo de 2014. O defensor foi chamado pela primeira vez desde o Mundial nesta semana para as partidas contra Bulgária e Inglaterra.

Barzagli foi submetido a uma cirurgia no pé em julho e só conseguiu fazer sua estreia na temporada europeia, pela Juventus, neste mês de março. Foram nove meses afastado dos gramados, o que preocupou o jogador e os treinador da equipe de Turim e da própria seleção. 

"É horrível ficar sem jogar, sem ter contato com seus companheiros de clube e da seleção. Eu achava que nunca mais conseguiria jogar novamente por causa da dor que eu sentia", revelou o zagueiro de 33 anos, campeão mundial em 2006.

Totalmente recuperado, ele fez seu retorno pela Juventus e agora espera entrar em campo novamente pela seleção. "Eu joguei três partidas em uma semana, então eu diria que estou pronto para entrar em campo [pela seleção]", afirmou.

Ele poderá fazer seu retorno no sábado na partida da Itália contra a Bulgária, pelas Eliminatórias da Eurocopa, em Sofia. Três dias depois, os italianos farão um amistoso com a Inglaterra, na cidade de Turim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.