Palmeiras invade madrugada para festejar tri da Libertadores com torcida na Academia de Futebol

Palmeiras invade madrugada para festejar tri da Libertadores com torcida na Academia de Futebol

Jogadores desembarcaram em São Paulo neste domingo, dia 28, e foram recepcionados com fogos de artifícios e muita alegria dos seus torcedores

Júnior Moreira Bordalo, O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2021 | 04h20

Após deixar Montevidéu, no Uruguai, com o tricampeonato da Copa Libertadores da América, a delegação do Palmeiras desembarcou no aeroporto de Guarulhos, São Paulo, pouco antes das 2h da manhã deste domingo, 28. Às 3h18, dois ônibus oficiais seguiram para Academia de Futebol, onde encontrou a torcida para festejar a vitória alviverde por 2 a 1 sobre o Flamengo, que garantiu a taça.

Os jogadores foram recepcionados com queima de fogos, subiram no teto do ônibus e acenaram para o público. Depois, os vencedores foram para o trio elétrico com o troféu conquistado e a plateia correspondeu com um coro de "tricampeão". O caminhão ficou em frente ao centro de treinamento, localizado na zona oeste. Em seguida, os atletas fizeram uma festa fechada no CT com toda a sua organização. 

Desde cedo, milhares de torcedores se espalharam pela capital paulista, em especial no entorno do Allianz Parque, celebrando a nova conquista. A festa do título nas ruas contou com bateria, bandeiras e sinalizadores. 

Para evitar aglomerações por conta da covid-19, as autoridades não liberaram os torcedores para apoiarem o elenco no aeroporto, com o tradicional "aeroporco". Por isso, antes de viajarem para a disputa que rendeu o bicampeonato consecutivo (2020/ 2021), os atletas foram "abraçados" na frente do centro de treinamento. Famílias e crianças estiveram no local. 

O Palmeiras venceu a equipe rubro-negra na prorrogação com gol de Deyverson. O resultado levará o time de Abel Ferreira mais uma vez para o Mundial de Clubes, no início de 2022. Com a sua terceira taça, a segunda da maior competição da América do Sul, o português entrou para a lista de grandes técnicos da Libertadores. Somente ele, Felipão, LulaPaulo Autuori e Telê Santana são bicampeões continentais por clubes brasileiros.

Após esse título, o Palmeiras se iguala ao Grêmio, São Paulo e Santos como os maiores brasileiros campeões da disputa. Além dos dois últimos títulos, a equipe também levantou a taça em 1999. Confira o momento em que a delegação embarcou no avião em Montevidéu que a trouxe de volta para São Paulo: 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.