Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

De volta ao Corinthians, Pedrinho relembra gafe em trote na seleção olímpica

Meia atacante comentou a experiência de estrear com a camisa verde-amarela e o vacilo que deu durante sua apresentação

João Prata, O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2019 | 04h30

Os meia atacantes Pedrinho e Mateus Vital se reapresentaram ao Corinthians nesta semana depois de defender a seleção olímpica. A dupla ajudou o time sub-23 do Brasil na conquista do Torneio de Toulon, na França.

Pedrinho, estreante com a camisa verde-amarela, comentou à Corinthians TV a emoção de estrear com direito a gol e finalizar a competição amistosa com a taça. "Foi algo sensacional. Foi um dos melhores dias da minha vida. Ainda mais sair com o título foi algo especial", disse. Ele também relembrou a gafe que acabou dando durante o trote que recebeu na sua apresentação.

Sempre que um jogador é convocado pela primeira vez para a seleção brasileira ele precisa se apresentar para todos do elenco. Pedrinho, nervoso, acabou errando na idade e, durante o trote, disse ter 28 anos. Todos os outros atletas gargalharam do erro do atleta do Corinthians, ainda mais em uma seleção que o limite de idade era 23 anos.

"No começo tinha que falar nome e idade. Estava preparado. Mas estava com uma música na cabeça que falava 28. Estava tão concentrado na música que acabei falando que minha idade era 28. Depois perguntaram sobre o animal queria ser. Acabei pensando no mais fácil, o passarinho, porque teria que imitar depois. Aí só tive de assobiar."

Mateus Vital, ao lado de Pedrinho, deu risada da situação. Ele falou da importância de ter um amigo ao lado na seleção. "É um cara que confio muito, me traz segurança e confiança para poder trabalhar", disse. "Vestir a camisa da seleção é realização de um sonho. Foi também a oportunidade de conhecer novos jogadores, jogadores que atuam na Europa. Trocar experiências", complementou Vital.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Gloria a Deus! Rumo à semifinal

Uma publicação compartilhada por Mateus Vital (@mateusviital) em

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.