Bruno Cantini/Atlético-MG
Bruno Cantini/Atlético-MG

De volta ao Horto, Atlético-MG enfrenta o Grêmio em busca de encerrar má fase

Com 46 pontos, time dirigido por Levir Culpi pode encostar na equipe gaúcha e brigar pela quinta posição

Estadão Conteúdo

03 Novembro 2018 | 07h06

Sem vencer há quatro rodadas, o Atlético Mineiro vai enfrentar o Grêmio, no Independência, às 16 horas deste sábado, para definir o futuro da equipe mineira no Brasileirão. Com 46 pontos após 31 rodadas, o time dirigido por Levir Culpi pode encostar na equipe gaúcha e brigar pela quinta posição, mas uma derrota poderá derrubar os mineiros para o oitavo lugar.

Em sexto lugar na competição nacional, o Atlético-MG defende a última das vagas na fase preliminar da Copa Libertadores de 2019. Enquanto o Grêmio está em quinto lugar e tem 52 pontos, o time de Levir tem 46, contra 46 do Santos e 43 do Atlético Paranaense.

O problema é que o Atlético-MG conquistou apenas um ponto dos últimos 12 disputados. Há duas semanas e meia, Thiago Larghi foi demitido do clube e substituído por Levir, que disputou duas partidas à frente do time e perdeu ambas. Derrotas por 1 a 0 para o Fluminense e 2 a 1 para o Ceará, as duas fora de casa.

"Será um reencontro interessante com a torcida. A gente também já está há 21 dias sem jogar lá. Saudade de atuar em casa e espero que o Horto seja mais um grande trunfo para pressionarmos o adversário e buscar a vitória", disse o goleiro Victor em entrevista coletiva nesta sexta-feira, após treino na Cidade do Galo.

Para o duelo contra o Grêmio, o Atlético-MG terá os desfalques do lateral-direito Patric, reserva, e do atacante Luan, que foi titular contra o Ceará. A vaga aberta será preenchida pelo meia uruguaio David Terans, que não inicia uma partida desde a vitória por 2 a 0 contra o Paraná, pela 15ª rodada, em 25 de julho. No meio de campo, Matheus Galdezani treinou na vaga de Cazares durante a semana, alteração que poderá ser vista na partida.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG - Victor; Emerson, Léo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias, David Terans, Matheus Galdezani e Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.