Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

De volta ao Santos, Gabriel pede Vila Belmiro lotada no seu retorno ao estádio

Alvinegro enfrenta o São Caetano na arena, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Paulista

Estadão Conteúdo

12 de fevereiro de 2018 | 17h22

O atacante Gabriel Barbosa está ansioso pela sua volta à Vila Belmiro. Após retornar ao Santos e fazer a sua reestreia no último sábado contra a Ferroviária, em Araraquara (SP), "Gabigol" - como é chamado desde as categorias de base do time alvinegro - quer ver o estádio lotado em seu primeiro jogo no local contra o São Caetano, nesta quarta-feira, às 19h30, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

+ Gabriel vê reestreia boa pelo Santos, mas diz que 'trocaria gol pela vitória'

+ Jair Ventura lamenta equipe em formação, mas afirma que o Santos vai crescer

"É um estádio especial para mim, sempre falei isso. Espero que a Vila esteja lotada e que a torcida possa incentivar a gente, precisamos dela. Esperamos fazer uma grande partida e retribuir o carinho com a vitória", disse Gabriel.

No último final de semana, o atacante marcou o segundo gol do Santos no empate por 2 a 2 contra a Ferroviária. O time não vence há três partidas e por isso há uma certa pressão pela vitória em casa, que seria a primeira nesta temporada, nesta quarta-feira. Gabriel garante estar pronto para isso.

"Não só eu (está pronto), mas todos os companheiros. Sabemos que a Vila é muito forte e não podemos perder este costume. Esperamos fazer da Vila um alçapão, mais uma vez, e ganhar, pois o mais importante são os três pontos", ressaltou o camisa 10.

Adquirindo ritmo de jogo - atuou poucas vezes desde que foi contratado pela Internazionale, em agosto de 2016, e depois emprestado ao Benfica, no ano passado -, Gabriel mira uma atuação contra o São Caetano tão boa quanto a de sua reestreia em Araraquara.

"Quero ajudar o time, quero ajudar de alguma maneira. Se puder fazer um gol, ficarei muito feliz. Se não, o mais importante é a vitória. Independentemente de quem faça o gol, o mais importante é a vitória", ressaltou Gabriel, que dos 58 gols na carreira pelo Santos marcou 35 no estádio da Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.