De volta ao São Paulo, Breno ainda não tem data para voltar a jogar

Clube vai desenvolver trabalho especial de recuperação para o atleta, que não está inscrito no Campeonato Paulista

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

27 de dezembro de 2014 | 08h33

Embora tenha retornado ao São Paulo com o status de novo reforço, o zagueiro Breno vai demorar para ser escalado. O clube vai desenvolver um trabalho especial de recuperação física, nutricional e psicológica para o atleta e, por isso, ele não será inscrito no Campeonato Paulista nem na Copa Libertadores.

Depois de cumprir pena de dois anos e nove meses por ter incendiado a própria casa em Munique, na Alemanha, o jogador treinará com o elenco a partir de janeiro com o objetivo principal de recuperar a forma.

Sua última partida oficial foi no dia 17 de abril de 2011, contra o Bayer Leverkusen, pelo Campeonato Alemão. Enquanto cumpria pena em regime semiaberto ele chegou a realizar alguns treinos no Bayern de Munique, mas não foram suficientes para que mantivesse a forma. Por isso, retornou ao Brasil na semana passada com seis quilos acima do peso ideal.

Muricy Ramalho evita até projetar uma data para a reestreia do atleta de 25 anos. Em conversas com pessoas próximas, o treinador revelou que prevê, no mínimo, três meses de trabalho intenso. Os mais otimistas afirmam que ele poderá ser aproveitado na segunda fase da Libertadores.

Como Breno ainda não tem previsão de retorno, o São Paulo continua à procura de mais um zagueiro. De acordo com o vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro, o clube pretende trazer dois jogadores do mercado internacional em janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBreno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.