Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

De volta ao Vasco, Milton Mendes descarta Nenê e testa atacantes da base

Técnico volta a comandar equipe contra o Atlético-MG após cumprir suspensão em derrota para o São Paulo

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2017 | 17h54

De volta ao time do Vasco após cumprir dois jogos de suspensão, o técnico Milton Mendes terá dificuldades para escalar a equipe carioca para o jogo contra o Atlético Mineiro, no domingo, no Independência. Ele não terá Luis Fabiano e Thalles e avisou que não conta com Nenê, por causa do interesse recente do jogador em deixar o clube.

O treinador disse que só voltará a contar com o atleta quando a situação de indefinição for superada. "Um jogador que demonstra interesse em sair do clube, eu não posso escalá-lo. De minha parte, ele sempre faz parte enquanto entendeu que ser jogador tem seus direitos e deveres", disse Milton Mendes.

A baixa não será apenas no meio-campo. Luis Fabiano segue machucado e Thalles terá que cumprir suspensão. Além disso, Wagner ainda é dúvida. "O Thalles está suspenso e o Luis segue com problema, não ficará à disposição nos próximos jogos. Vamos ter que contar com outro jogador. Temos as possibilidades do Andrés, do Paulo Vitor e do Paulinho, esse para atuar numa outra função", disse o técnico, sem confirmar a escalação do time.

Em razão das baixas, Milton testou jogadores da base na equipe titular. Paulo Victor e Paulinho devem ser os titulares do ataque. No meio-campo, Mateus Vital ganhou nova chance, no lugar de Yago Pikachu.

Diante destas mudanças, o treinador pregou respeito ao adversário deste domingo, apesar da situação instável do Atlético no Brasileirão. Na quinta-feira, o técnico Roger Machado foi demitido em razão das quatro derrotas em casa na competição até agora. Nesta sexta, a diretoria atleticana anunciou Rogério Micale.

"O Atlético Mineiro será sempre Atlético Mineiro, um grande clube, recheado de grandes jogadores. Vamos encontrar dificuldades. É um time que sempre foi considerado favorito e não é porque o rendimento não vem sendo o esperado que deixou de ter excelentes jogadores. A torcida deles é fanática e com certeza vai comparecer em grande número. Será um jogo difícil, mas confio no meu grupo", declarou o treinador vascaíno.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoMilton Mendes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.