De volta, Paulo Paixão aposta em ano vitorioso no Inter

De volta ao Internacional, Paulo Paixão disse acreditar que pode ter o mesmo sucesso da passagem anterior pelo clube. O preparador físico foi contratado para compor a comissão técnica dirigida por Dunga e garantiu que o time pode repetir as conquistas que teve entre 2003 e 2006, quando ele trabalhou no clube, que foi campeão mundial e da Libertadores durante esse período, mesmo com a equipe tendo vários jogadores veteranos, como o zagueiro Índio, o volante Guiñazu e o atacante Diego Forlán.

AE, Agência Estado

02 de janeiro de 2013 | 12h09

"O grupo tem todo o potencial para alcançar os objetivos estabelecidos. Particularmente, tenho como inspiração o sucesso alcançado em 2006, quando vencemos a Libertadores e o Mundial. Mas para que tudo dê certo, é preciso que haja compromentimento total. Os jogadores devem abraçar a ideia, por isso vamos trabalhar forte para obter esta liga. Todos vão ter que remar no mesmo barco", disse, ao site oficial do Inter.

Paixão trabalhou com Dunga na seleção brasileira, incluindo a Copa do Mundo de 2010, e garantiu que o treinador está pronto para ter êxito na sua primeira experiência em um clube. "Trabalhar com o Dunga em um clube será maravilhoso. Ele se preparou para esse novo desafio. O Dunga tem um conhecimento muito grande sobre o futebol brasileiro, sul-americano e mundial. É um treinador de cobrança, que exige bastante do grupo, mas que sabe lidar muito bem com os jogadores. O ''capitão'', como costumo chamá-lo, é um vencedor, um campeão nato. Tem tudo para dar certo aqui no Inter", comentou.

O elenco do Inter se reapresenta nesta quinta-feira no Centro de Eventos do Beira-Rio, quando terá o primeiro contato com a nova comissão técnica. O grupo realizará exames médicos e físicos até o próximo domingo, quando seguirá para Gramado, no interior gaúcho. Paixão explicou como será a pré-temporada da equipe.

"Vamos ficar de 6 a 19 de janeiro em Gramado. No dia 20 vamos para Bento Gonçalves, onde ficaremos até a noite do dia 26. Durante a pré-temporada nós vamos aplicar um nova filosofia de trabalho. O equilíbrio, a simplicidade e a objetividade serão os aspectos principais. Vai ser bastante interessante. A gente está confiante que vai dar certo. Todos começam 100%, mas vamos buscar o rendimento além do topo", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterPaulo Paixão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.