Decepção estampada nos rostos em São Paulo e no Rio

Lágrimas e decepção. As cenas se repetiram no rosto dos brasileiros que se concentraram confiantes para ver o Brasil atropelar a França. No Anhangabaú, no centro de São Paulo, o que se viu foi um exército formado por 40 mil pessoas em silêncio depois do jogo. Após a partida, alguns ?técnicos? palpitaram sobre os motivos da derrota e só chegaram a uma conclusão: ?Somos fregueses da França.? Na Avenida Paulista, um dos cartões postais da cidade, o clima era de resignação. Após o jogo, o fluxo de veículos foi aumentando como num sábado normal. ?Estávamos pensando na final e pegamos uma selação bem armada?, disse o engenheiro Henrique Gonçalves, de 49 anos. Para o motorista particular André Rodrigues, de 35 anos, faltou empenho à seleção, que não soube reagir na partida. Um motorista protestou, pintando na lataria do carro os dizeres: ?CPI para a seleção? No Rio não foi diferente. Depois do jogo, só restou o choro dos milhares de torcedores que viram a partida na Rua Alzira Brandão, na Tijuca.

Agencia Estado,

01 Julho 2006 | 20h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.