Decepcionado, Cuca quer 5 reforços

O técnico Cuca, do Flamengo, reconheceu a superioridade do adversário e fez criticas abertas à atuação de alguns jogadores do seu time, como Fellype Gabriel. Decepcionado com o desempenho da equipe, Cuca quer pelo menos quatro ou cinco reforços para a disputa do Campeonato Brasileiro. Para o treinador, o Fluminense começou a vencer a decisão da Taça Rio na quinta-feira, quando Júnior Baiano e Renato foram suspensos pela justiça esportiva."Não se faz terra arrasada em cima de um resultado ruim como o de hoje (03). É hora de conversar e pensar em melhorar", disse Cuca.Ele espera nesta segunda-feira na Gávea a apresentação do atacante Obina, revelação do Vitória-BA no Campeonato Brasileiro de 2004 e a primeira contratação do Flamengo para a seqüência da temporada.Com a derrota e mais um fracasso, Dimba passa a ter futuro incerto no Flamengo. Pode ser negociado para o exterior. Outro que deixou o Maracanã com um discurso de despedida foi o meia Zinho. Ele deve se transferir para o Nova Iguaçu, clube que disputa a Segunda Divisão do Rio e do qual ele é um dos proprietários.O goleiro Diego, muito abatido, não sabia explicar a atuação apagada do Flamengo no segundo tempo da decisão. Mas ele defendeu os colegas de time. "Não se pode julgar a qualidade dos jogadores por causa de 45 minutos atípicos. No primeiro tempo, ainda fomos razoáveis." Os flamenguistas também lamentavam a colocação final do Flamengo no Carioca - ficou em oitavo lugar. Com isso, deve ficar fora da Copa do Brasil de 2006. De acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), somente os quatro melhores do Rio têm vaga assegurada na próxima edição do torneio.

Agencia Estado,

03 de abril de 2005 | 19h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.