Decisão de Muricy surpreende Palmeiras

Muricy Ramalho disse não ao Palmeiras, preferiu ficar no Inter. Seu empresário, Márcio Rivellino, já tinha até discutido salários e tempo de contrato com a diretoria do clube paulista, que dava a contratação do treinador como "99% certa". O presidente do Palmeiras, Affonso Della Monica, foi informado da decisão de Muricy por um repórter, na noite desta quinta-feira. "Poxa, estava tudo acertado...", lamentou o dirigente em entrevista à Rádio Tupi AM.Della Monica se negou a dizer qual é a segunda opção, mas Geninho e Péricles Chamusca já admitiram terem sido sondados por pessoas ligadas ao Palmeiras. Paulo Campos, ex-Paraná Clube, corre por fora.

Agencia Estado,

17 de fevereiro de 2005 | 20h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.