Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Decisivo, Marinho elogia Rollo e critica Peres após vitória do Santos

Três pontos conquistados na Vila Belmiro aproximam o Santos do G-4

Redação, Estadão Conteúdo

11 de outubro de 2020 | 20h10

De volta ao time do Santos após se recuperar de um incômodo na coxa, Marinho brilhou novamente pelo time. Ele marcou, de pênalti, os gols da equipe no triunfo por 2 a 1 sobre o Grêmio, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Não à toa, recebeu a braçadeira de capitão do técnico Cuca. Após o confronto, criticou José Carlos Peres, presidente afastado do comando do clube há duas semanas, ao elogiar Orlando Rollo, que assumiu a gestão do time.

"Independente do que falam, nós sabemos quem somos, sabemos o nosso valor, todo mundo está engajado no mesmo projeto, com trabalho e dedicação. Quero parabenizar todo mundo pelo trabalho, a vitória é o maior prêmio. Parabenizar o Cuca, o presidente Rollo chegou agora e, em pouco tempo, já está fazendo um trabalho de verdade", afirmou à Rede Globo.

Para marcar os seus gols, Marinho precisou superar um conhecido: Vanderlei, que trocou o Santos pelo Grêmio antes do início da temporada. O fato de eles terem treinado juntos no passado foi a justificativa do atacante para a decisão de ter batido o primeiro dos dois pênaltis com uma cavadinha.

"Eu conheço o Vanderlei, sabia que ele iria escolher um canto. A confiança é grande e é o que tenho de fazer", explicou Marinho, que pedalou nas suas comemorações, para homenagear o atacante Robinho, que assinou por cinco meses com o Santos no último sábado.

Com os gols deste domingo, Marinho chegou aos dez e está na vice-artilharia do Brasileirão, atrás apenas de Thiago Galhardo, do Internacional, com 12. E a sua atuação levou o Santos aos 24 pontos, em sexto lugar. O time voltará a jogar na quarta-feira, novamente na Vila, diante do Atlético Goianiense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.