Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Decisivo no Maracanã, Gabigol exalta forma ofensiva de jogar do Flamengo

Equipe de Abel Braga supera o Madureira por 2 a 0 com dois gols do atacante

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de março de 2019 | 23h21

Autor dos dois gols na vitória do Flamengo por 2 a 0 sobre Madureira, na noite desta terça-feira, no Maracanã, Gabriel, o Gabigol, mostrou muita satisfação com o resultado que acabou classificando o time para a semifinal do Campeonato Carioca pela melhor campanha na soma de todas as fases.

"A gente está criando um modo de jogar que vai sempre pressionar o time adversário. A gente fez isso contra a LDU (pela Libertadores) muito bem, praticamente eles não tiveram chances e voltamos a repetir contra o Madureira. Estou muito feliz pelo resultado e pelos gols. Espero continuar nesse ritmo", afirmou Gabriel.

O atacante vem sendo um dos destaques do Flamengo. Ele já anotou sete gols com a camisa rubro-negra em dez jogos. Nos dois marcados nesta terça-feira, Gabriel homenageou um garoto chamado de Nego Ney, com quem entrou em campo. "Vocês me acompanham na rede social. O Nego Ney faz essa dancinha, eu prometi os gols para ele e comemorei desse jeito. Tem muita gente gostando e foi tudo muito bacana", explicou o atleta, feliz da vida.

RETORNO 

Após mais de seis meses sem entrar em campo, Juan voltou a atuar com a camisa do time rubro-negro. Aos 40 anos ele passou por uma delicada cirurgia de ruptura de tendão de Aquiles. O defensor entrou em campo aos 43 minutos do segundo tempo no lugar de Pará, que completou 200 jogos pelo clube rubro-negro.

"Passei por um período difícil, de muita batalha contra o corpo. Só tenho de agradecer minha família, meus companheiros e o departamento médico. Minha vontade era jogar antes de me despedir e consegui. Vamos analisar a evolução até a semifinal", afirmou Juan após o confronto desta terça.

Com a vitória, o Flamengo pulou para a liderança do Grupo C da Taça Rio, com 11 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado por Cabofriense e Bangu, ambos com nove. No domingo vai fazer o clássico com o Fluminense, de novo no Maracanã, às 16 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.