Rubens Chiri|Divulgação
Rubens Chiri|Divulgação

Decisivo no São Paulo, Rogério exalta empenho em treinos

Atacante marca gol salvador para impedir derrota em Curitiba

O Estado de S. Paulo

26 de maio de 2016 | 00h19

Para o atacante, Rogério, do São Paulo, entrar no segundo tempo e marcar gols decisivos para o time não é coincidência. Após garantir o empate em 1 a 1 com o Coritiba nesta quarta-feira, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro, o jogador disse que pratica finalizações todos os dias ao fim dos treinos para poder corresponder às oportunidades que recebe.

"Tenho trabalhado bastante. Sempre depois dos treinos eu ficou chutando a gol por mais tempo. Às vezes pode sobrar a bola do jogo. A gente treina, aparece a oportunidade e fui feliz ao acertar", disse em entrevista à TV Globo ao deixar o campo. O atacante entrou aos 29 minutos do segundo tempo e aos 34, chutou de fora da área para igualar o placar. Alan Santos havia marcado para o Coritiba aos 18 da etapa final.

Rogério marcou o sétimo gol em 31 jogos pelo clube. O atacante, por exemplo, fez logo na sua estreia pelo São Paulo, ano passado, contra o Inter, assim como outros decisivos. Foi dele o gol contra o Goiás que classificou a equipe para a Libertadores deste ano. Pela competição atual, marcou diante do Cesar Vallejo, na fase preliminar, na vitória que valeu a classificação.

Contra o Coritiba, novamente a participação dele foi decisiva para alterar o resultado. "Um pontinho sempre é bom para a briga do Brasileirão. Na reta final isso pesa. Conquistar pontos fora de casa é essencial", disse o jogador. "A equipe deles aqui é forte, mas a gente estava bem compacto e conseguiu fazer o gol. Rogério entrou muito bem e teve a felicidade de marcar", elogiou o volante Wesley.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.