Javier Soriano/AP
Javier Soriano/AP

Decisivo, Quintero celebra título do River Plate: 'Momento único'

Colombiano marcou um golaço em vitória por 3 a 1 sobre o Boca Juniors, no Santiago Bernabéu

Estadão Conteúdo

09 de dezembro de 2018 | 21h06

Do banco de reservas à glória. Em lindo arremate, Quintero anotou o gol que virou o placar sobre o Boca Juniors e foi decisivo para o River Plate bater o arquirrival por 3 a 1 em Madri, na Espanha, e conquistar a Copa Libertadores pela quarta vez em sua história, neste domingo.

O colombiano celebrou a conquista e dividiu os méritos com o grupo. "Muito feliz. É um trabalho de todos. Muito contente e orgulhoso desta vitória. É de todos os companheiros, da torcida. Estou muito feliz por este título. Momento único", comemorou o jogador, em entrevista ao canal Fox Sports.

Quintero foi peça decisiva para a conquista pois, após sua entrada, o River passou a ter maior volume de jogo, melhorou substancialmente e conseguiu dominar a partida, que àquela altura, estava 1 a 0 para o Boca, que marcou com Benedetto, no primeiro tempo. O colombiano entrou em campo aos 12 minutos da etapa final e foi o termômetro da equipe.

Pratto empatou o jogo aos 22 minutos e levou a partida à prorrogação. No começo do segundo tempo da prorrogação, Quintero, que já havia chamado a atenção pelo bom futebol na Copa do Mundo da Rússia, mostrou precisão e categoria no arremate da entrada da área que ainda tocou no travessão antes de entrar.

"Seguramente, é um sonho. Estamos fazendo história", afirmou o colombiano, eleito o melhor jogador da decisão, disputada após duas semanas de espera depois da decisão da Conmebol de tirar a partida da Argentina e levá-la para a capital espanhola.

Com a quarta conquista, o River se igualou ao Estudiantes e encurtou a distância para o Boca, que tem seis títulos. O Independiente, outro argentino, é o maior campeão, com sete taças. O Peñarol, do Uruguai, tem cinco e integra o Top 5 de maiores vencedores da principal competição sul-americana.

 

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.