Decisivo, Ricardo Goulart festeja 1.º gol pelo Cruzeiro

Após definir a vitória por 2 a 1 sobre a Caldense, de virada, neste domingo, no Mineirão, o meia Ricardo Goulart festejou o fato de que marcou o seu primeiro gol com a camisa do Cruzeiro em um jogo no qual acabou sendo decisivo para o resultado que manteve o time na liderança isolada do Campeonato Mineiro, com 19 pontos.

AE, Agência Estado

25 de março de 2013 | 09h21

"Estou feliz por ter feito o primeiro gol pelo Cruzeiro, espero que possa repetir nos próximos jogos. Primeiro gol com a camisa do Cruzeiro, equipe grande, fico feliz, ainda mais no Mineirão. Fiquei dois jogos fora, mas nunca desacreditei, o Marcelo (Oliveira) acredita em meu trabalho e consegui o gol, que será importante para mim", ressaltou o jogador, que balançou as redes aos 37 minutos da etapa final, depois de ter entrado no lugar do zagueiro Paulão, 16 minutos antes.

Ricardo Goulart também minimizou o fato de o Cruzeiro ter sofrido para derrotar a Caldense. "O importante é que suportamos, jogamos bem e conseguimos sair de campo vitoriosos. Infelizmente tomamos um gol, mas o que importa são os três pontos. A gente entra em campo com o propósito de fazer gols, mas a Caldense entrou retrancada e fez o primeiro. Se fechou mais ainda e nossa equipe lutou bastante até conseguir a vitória", completou.

Já Dagoberto, autor do gol de empate cruzeirense, ressaltou a reação da equipe, após um primeiro tempo ruim. "O nosso time estava errando bastante, e nós tínhamos que colocar a bola no chão. Quando você lança muito a bola, fica difícil. No primeiro tempo nós lançamos muito, e erramos muito. No segundo tempo, colocamos a bola no chão, aí fica mais fácil para os jogadores, que têm qualidade. Isso facilitou, a equipe buscou o resultado e está de parabéns", disse o atacante, que depois festejou o bom momento que vive com a camisa do clube.

"Estou muito feliz comigo, estou agradecido a Deus por não ter lesões, que atrapalham bastante. O futebol, aos poucos, você vai readquirindo novamente, esquecer eu não vou. Estou muito feliz no Cruzeiro, uma equipe maravilhosa, um clube maravilhoso, então, que possamos, juntos, ter sucesso", reforçou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato MineiroCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.