Deco deixa concentração de Portugal para examinar lesão

O meia Deco deixou a concentração da seleção de Portugal, em Marienfeld, na manhã desta sexta-feira, para fazer exames médicos e verificar a gravidade da lesão sofrida nesta quinta-feira, quando saiu do treino com dores no tornozelo esquerdo, depois de levar uma entrada dura do volante Costinha.Os dirigentes da seleção não informaram onde seria realizado o exame - provavelmente em Gutersloh, cidade próxima à concentração onde a equipe já treinou nesta semana. Além da lesão no tornozelo, Deco estaria com problemas na coxa. Na quinta-feira, após o treino, no entanto, o jogador caminhava normalmente, de chinelos, apesar da cara amarrada. O mesmo aconteceu nesta sexta, na hora do almoço - com melhor humor, depois de voltar do exame, ele acenou para os jornalistas e fez sinal de positivo.O técnico Luiz Felipe Scolari deve esclarecer o assunto em coletiva marcada para as 10h30 (de Brasília) desta sexta-feira. O médico da seleção também deve participar. Portugal treina apenas à tarde para a estréia na Copa, domingo, às 16 horas, contra Angola, em Colônia. A viagem para lá, de ônibus, deve acontecer neste sábado.Pensando altoFelipão reafirmou que o objetivo da equipe é chegar às quartas-de-final e terminar entre os oito primeiros. "É o mínimo que buscamos", enfatizou. Já o lateral Nuno Valente é mais humilde e diz que a meta é se classificar para a segunda fase. "Somos uma equipe forte e sabemos que podemos conseguir isso. Nos anos anteriores não obtivemos bons resultados, mas é óbvio que se aprende com os erros do passado", ressaltou.Com relação ao adversário da estréia, o atacante Simão foi categórico: "Fisicamente, eles são fortes como toda equipe africana. Por essa razão, o bom senso recomenda que tenhamos respeito", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.